Button surpreende e mantém domínio no terceiro treino livre

Em sessão marcada por batida de Bruno Senna, inglês colocou meio segundo em Hamilton e 0s8 em Vettel

Só deu Button nos treinos no Japão até agora

Apenas pela terceira vez no ano, a Red Bull não liderou a última sessão de treinos livres antes de uma classificação. As honras ficaram mais uma vez com Jenson Button, que já havia liderado as duas sessões de sexta-feira. O inglês foi mais de meio segundo mais rápido que o rival mais próximo, Lewis Hamilton. Ao contrário do que se esperava, Sebastian Vettel foi apenas terceiro e Mark Webber, quinto. As Ferrari se colocaram em quarto com Fernando Alonso e sexto com Felipe Massa.

A última sessão antes do treino classificatório contou com clima bom: pouco vento e temperaturas na casa dos 23ºC de temperatura ambiente e 34ºC na pista.

As Williams foram logo voltas marcadas depois de perder muito tempo na sexta-feira japonesa, mas Rubens Barrichello reclamou via rádio que “o carro escorrega muito”. Passaram o treino inteiro como última equipe antes das nanicas. Barrichello foi 18º e Pastor Maldonado, 16º.

Quem determinou o ritmo logo de cara foi Jenson Button, seguindo a tendência dos primeiros treinos.

Com 35min para o final do treino, Bruno Senna bateu forte e interrompeu o treino. O brasileiro era oitavo colocado no momento em que perdeu seu Renault sozinho na saída da Spoon, causando bastante dano para a parte dianteira do carro.

Com o reinício da sessão, Nico Rosberg assumiu a ponta com pneus macios, com Button em segundo, Alonso em terceiro, seguido de Hamilton, Webber e Vettel. Schumacher, também de macios, desbancou o companheiro em sua simulação de classificação. Para se ter uma ideia do déficit da Mercedes, logo depois Webber fez o segundo tempo ainda com os médios, a menos de um décimo do alemão.

Enquanto isso, Felipe Massa, nono, reclamava via rádio que o carro saía muito de frente nos esses no primeiro setor e que quase havia rodado duas vezes. Logo depois, apareceu perdendo o carro e saindo da pista.

O primeiro dos ponteiros a usar o composto macio foi Jenson Button, que foi 1s4 mais rápido que Schumacher e 1s5 em Webber de médios, demonstrando uma grande diferença entre os tipos de pneu. Hamilton ficou a meio segundo do companheiro, enquanto Alonso só conseguiu um tempo a um segundo do inglês. Massa se colocou a menos de dois décimos do espanhol.

Nem Sebastian Vettel conseguiu chegar perto das McLaren. O alemão ficou a oito décimos de Button, enquanto Webber foi apenas o quinto, a 1s1 do inglês.

O treino classificatório para o GP do Japão começa ás 2h pelo horário de Brasília.

Confira os tempos:

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Japão
Tipo de artigo Últimas notícias