Carros de 2015 da Fórmula 1 estão quase 2s5 mais rápidos

Melhor tempo do primeiro teste da pré-temporada do ano passado ficaria apenas em 12º nos treinos deste ano

Logo no primeiro dos três testes da pré-temporada já ficou claro que a Fórmula 1 terá carros bem mais rápidos neste ano. O melhor tempo registrado em Jerez, por Kimi Raikkonen, da Ferrari, foi 2s321 mais veloz do que o líder da mesma bateria de treinos do ano passado, Kevin Magnussen, da McLaren.

[publicidade] O salto nos tempos tem dois motivos principais: as melhorias aerodinâmicas obtidas um ano após mudanças no regulamento que diminuíram a aderência, especialmente da parte traseira dos carros, e as atualizações nos motores V6 turbo híbridos que, inclusive, se tornaram mais barulhentos em relação ao ano passado justamente devido ao aumento da potência.

A experiência de um ano com essas novas tecnologias também fez com que as equipes conseguissem quilometragens bem mais expressivas do que há um ano. Em 2014, apenas seis dos 22 pilotos que participaram do teste conseguiram superar 100 voltas em um dia. No teste que se encerrou na última quarta-feira, o número subiu para 11 entre os 16 pilotos presentes.

No total, foram completadas 2306 voltas, contra 1479 do ano passado. Isso, mesmo com três equipes a menos, uma vez que a Caterham faliu, a Marussia tenta sobreviver e a Force India ainda não está com o carro de 2015 pronto.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias