Chandhok "agoniza" esperando por vaga no GP da Índia

Os entraves seriam a dificuldade em encontrar brechas nos contratos de Trulli e Kovalainen, além de patrocínio

Chandhok espera por sua chance na Lotus

As atividades para o GP da Índia podem estar a pouco mais de uma semana para começar, mas o piloto da casa Karun Chandhok ainda não está confirmado para disputar a prova pela Lotus.

Isso porque seu chefe, Tony Fernando, avisou que não tem certeza se vai substituir um de seus pilotos titulares – Jarno Trulli e Heikki Kovalainen – pelo indiano na estreia de seu país no calendário.

“Essa é a pergunta que mais tenho de responder no momento. Honestamente, não sei quais são os planos da equipe”, afirmou Chadhok ao jornal local Times of India. “Eles ainda não tomaram uma decisão e há vários fatores sobre os quais não posso comentar.”

Os problemas seriam a dificuldade em encontrar brechas nos contratos de Trulli e Kovalainen para algum dos dois não dispute a etapa, além de patrocínio.

Chadhok classificou a atual situação de “agonizante” e garantiu que fez sua parte durante os treinos livres de que participou nas últimas duas provas, no Japão e na Coreia.

“Para o meu entendimento, cumpri com os deveres que me foram dados pela equipe até aqui da melhor maneira possível e provei minhas habilidades.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias