Chateado, Senna lamenta problemas e fala em dia “frustrante”

Piloto da Williams diz que poderia terminar mais à frente “não tivesse dado esse monte de cagada que deu”

Bruno Senna minimiza prejuízo e é 10º

Bruno Senna não teve um final de semana fácil em Valência. O piloto largou de 14º e vinha em estratégia ousada de parar nos boxes apenas uma vez. Porém, na volta 20, o brasileiro tocou em Kamui Kobayashi e teve o pneu traseiro direito. Nesse momento, ele era oitavo colocado. Bruno teve que voltar ao box com o carro a três rodas. Caiu para último. O brasileiro ainda foi considerado culpado pela batida e teve que cumprir um drive-through.

Mesmo assim, Bruno recebeu a bandeirada em 11º. No fim das contas, ficou em 10º e marcou um ponto - a direção de prova agregou 20 segundos ao tempo de Maldonado pela batida com Hamilton a duas voltas do fim.

“Tivemos uma corrida forte em termos de performance. Se não tivesse dado esse monte de cagada, iríamos terminar junto com Schumacher, Webber. Essa estratégia de uma parada iria funcionar. Terminamos a corrida com o pneu, ia dar certo,” disse um enérgico Senna, normalmente polido em declarações.

Sobre o toque com Kobayashi e a punição dada pelos comissários, Bruno deu sua versão.

“Estava uma confusão gigante atrás de mim, porque o pessoal de duas paradas estava atrás do pessoal de uma parada. O Webber estava fazendo uma confusão enorme. Tinha carro saindo todas as curvas, na parte de maior velocidade da pista", apontou. "O Kimi Raikkonen teve a vantagem e me ultrapassou. Eu entrei atrás dele e, de repente, eu rodei. Isso porque o Kobayashi tentou me ultrapassar pelo muro. Não iria funcionar: não tem jeito de passar pelo muro", comentou.

"Tomar penalização pelo erro dos outros é extremamente frustrante. Se for assim, é melhor deixar passar todo mundo. Fico em último mas não tomo penalização”, concluiu.

Mesmo desapontado, o brasileiro apresentou certo otimismo pelo fato do FW34 ter tido bom comportamento durante a prova.

“A quantidade de perda que tive nessa corrida foi muito grande. Não há como terminar 100% nessas condições. Então, foi frustrante. Tínhamos um ritmo razoável. Daria para terminar, talvez, entre os cinco primeiros.”

Com o pontinho, Senna agora tem 16 no campeonato e é o 15º no quadro geral.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Europa
Pilotos Bruno Senna
Tipo de artigo Últimas notícias