Chefe da Lotus Renault se diz “mais confiante que há três semanas”

Eric Boullier reconhece que perder Kubica e ter problemas de confiabilidade nos testes foi duro, mas acredita que equipe está melhor que em 2010

Inovação é a palavra de ordem na Lotus Renault de Boullier

Perder Robert Kubica antes do início da temporada devido a um grave acidente em um rali não estava exatamente nos planos da Lotus Renault, que tem nas mãos um projeto agressivo e promissor. A contratação do experiente Nick Heidfeld serviu para tapar esse buraco, mas o chefe da equipe, Eric Boullier, destaca o trabalho do time de Enstone.

“Tivemos que produzir muita tecnologia nova para o carro, mas nossos recursos são limitados e houve alguns problemas. Resolvemos isso agora e estou mais confiante do que há três semanas. A maior prioridade dada aos engenheiros foi: façam um carro rápido, assumam riscos, inovem. O R31 é muito diferente de qualquer outro carro que já fizemos e temos muito orgulho disso”, completou segundo à assessoria de imprensa da Lotus Renault.

O comandante se mostra feliz com o trabalho desenvolvido até aqui por Heidfeld e espera que Vitaly Petrov seja mais consistente em seu segundo ano na categoria.

“Acho que Nick se adaptou dentro das nossas expectativas. Ele já construiu uma boa relação com a equipe”, acredita Boullier. “Já Vitaly conhece as pessoas, o time e as pistas. Isso certamente fará uma grande diferença em relação ao ano passado. Esperamos que ele tenha um desempenho forte, assim como no final da temporada passada.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Nick Heidfeld , Vitaly Petrov
Tipo de artigo Últimas notícias