Chefe da Red Bull diz que problemas da equipe são pequenos

Para Christian Horner, tetracampeões mundiais terão tempo de se recuperar após darem apenas 21 voltas em quatro dias

A Red Bull deu apenas 21 voltas nos três primeiros dias de teste de pré-temporada, apresentando problemas de interação com a unidade de potência da Renault e falta de refrigeração, mas o chefe da equipe, Christian Horner, não se mostra preocupado com a situação.

Para o dirigente, os problemas não são tão graves quanto aparentam. Afinal, os novos carros são tão complicados que até dificuldades simples o impedem de ir para a pista.

“Há algumas coisas que precisamos acertar do nosso lado, mas nada muito grande e obviamente a Renault tem alguns problemas que eles também estão resolvendo”, afirmou à Sky Sports. “Mas esses carros são tão complicados que até problemas pequenos podem causar grandes quebras.”

Mesmo reconhecendo que a Red Bull está fora do cronograma de testes após os problemas de Jerez, Horner está confiante de que o time tem tempo suficiente para resolver tudo a tempo de ganhar quilometragem na próxima sessão de testes, no Bahrein, a partir do dia 19 de fevereiro.

“Obviamente há muito a fazer, mas ainda temos um bom tempo antes da primeira corrida. O teste do Bahrein na semana que vem é importante e estamos trabalhando duro tanto na Renault, quanto em Milton Keynes. Não queremos outro teste como Jerez, mas é para isso que eles servem: você resolve seus problemas para que não os tenha nas corridas.”

O próximo teste será particularmente importante para a Red Bull, pois será realizado sob temperaturas bem mais altas do que no inverno espanhol.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias