Chefia da Sauber não esconde que esperava mais de Kobayashi

Peter Sauber credita queda de rendimento do japonês a difusor, mas afirma que nono lugar da última prova é o caminho

Kobayashi e Monisha Kaltenborn

Kamui Kobayashi não teve exatamente uma temporada brilhante, assim como a própria equipe Sauber, sétima colocada no Mundial de Construtores. De acordo com o chefe do time suíço, Peter Sauber, os prblemas enfrentados com a configuração do difusor a partir de meados do ano afetou a performance do japonês.

“Kamui começou a temporada muito bem, depois tivemos um pouco de dificuldade com nosso sistema de difusor soprado e isso não foi fácil para ele”, afirmou ao TotalRace.

Ao menos o desempenho do piloto, que fez sua segunda temporada completa na F-1 em 2011, na última prova, no Brasil, quando conquistou um nono lugar, agragou o chefe.

“E estou muito feliz com sua última corrida, que foi muito boa e nos deu dois pontos, andando próximo das equipes grandes. Acho que foi um bom sinal para ele para a próxima temporada.”

Também falando ao TotalRace, a CEO da equipe, Monisha Kaltenborn, lembrou que as exigências do time em relação ao japonês aumentam ano após ano.

“Com Kamui, tínhamos a expectativa de que, ainda que fosse sua segunda temporada, ele usaria o que aprendeu e ele mostrou isso comparado a outros pilotos bem mais experientes mesmo dentro da equipe.”

(colaborou Felipe Motta)

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Kamui Kobayashi
Tipo de artigo Últimas notícias