Chuva influencia na Hungria e Button vence em seu 200º GP

Prova foi movimentada desde o começo com a instabilidade do tempo; inglês herda vitória após sequência de problemas de Hamilton

Jenson Button

A chuva transformou o geralmente monótono GP da Hungria de F-1 em uma das corridas mais movimentadas do ano. Além disso, a água tirou a força da Red Bull e alçou Jenson Button ao lugar mais alto do pódio com a McLaren em seu 200º GP. Confiante, o inglês havia dito após a que partiria para a vitória.

A McLaren, inclusive, podia ter feito uma dobradinha, pois Lewis Hamilton dominou parte da prova, até rodar e retomar o caminho de maneira perigosa, quase acertando Paul di Resta. 
 
>> >> >> >> >> >> >> >> >>

Além disso, o inglês apostou na chuva na parte final da prova, e foi obrigado a parar novamente para recolocar pneus de pista seca, fazendo incríveis seis paradas e terminando em terceiro. Hamilton e Button, inclusive, travaram uma belíssima batalha durante a prova, trocando de posições diversas vezes em algumas voltas.
 
À frente dele, Sebastian Vettel bem que tentou brigar pela vitória nos períodos de instabilidade do tempo, em bela batalha com Hamilton. mas logo deixou de ser páreo para Button e recebeu a bandeirada com 7s3 de desvantagem, mas com bons pontos na conta.
 
Fernando Alonso, que parou quatro vezes com a Ferrari e chegou a perder o controle do carro em determinados momentos, conseguiu garantir um lugar no pódio com o terceiro posto, seguido de Hamilton e Mark Webber, da Red Bull.
 
Felipe Massa, da Ferrari, foi o sexto após uma corrida complicada (chegou a rodar e bater em determinado momento da disputa) e uma desvantagem de 1min23s para o vencedor no fim. Apenas os pilotos das três equipes grandes terminaram nos pontos.
 
Paul Di Resta foi um bom sétimo com a Force India, enquanto as duas Toro Rosso pontuaram, com Sebastian Buemi em oitavo e Jaime Alguersiari em décimo. Entre os dois, ficou a Mercedes de Nico Rosberg. Rubens Barrichello foi 13º com a Williams, enquanto Nick Heidfeld protagonizou o momento mais estranho da corrida, quando seu carro se incendiou. A lateral do Renault simplesmente explodiu próximo a fiscais de pista, que não se feriram.
 
A próxima corrida da temporada acontece daqui quase um mês, com o GP da Bélgica no dia 28 de agosto.
 
Final
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Hungria
Pilotos Jenson Button
Tipo de artigo Últimas notícias