Circuito de Austin é liberado após inspeção de Whiting

Diretor de corridas da F-1 aprovou as instalações do evento, que estreia na categoria em novembro, sem ressalvas

O diretor de corridas da F-1, Charlie Whiting, liberou o Circuito das Américas, em Austin, nos Estados Unidos, para sediar sua primeira prova na categoria. A inspeção final foi realizada pouco menos de dois meses antes da data prevista para o evento, que ocorre entre os dias 16 e 19 de novembro.

A inspeção de Whiting, conduzida junto de representantes do circuito e da empresa de arquitetura de Hermann Tilke levou duas horas. “Tudo o que vi até agora é absolutamente de primeiro nível e o progresso feito desde a última vez que estive aqui é incrível. Os caras fizeram um trabalho incrível – é realmente fantástico! Foi construído com a maior qualidade, exatamente como esperado, e não temos nenhuma reclamação", declarou o inglês, que visitara as instalações pela última vez em agosto.

De lá para cá, o traçado recebeu a última camada de asfalto, ganhou zebras, guard rails, alambrados e outros itens de segurança. O prédio do paddock também foi terminado. Whiting elogiou ainda o traçado em si. “Há três ou quatro curvas em que será possível ultrapassar. Se olhar para a primeira curva, verá que ela foi desenhada para que eles façam a trajetória bem aberta na entrada, mas a tangência é bem estreita. É uma abordagem muito moderna para as curvas de lenta, e esperamos que ajude as ultrapassagens. Estou confiante de que funcionará bem. A primeira curva é incrível, é a única palavra para descrever.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP dos EUA
Tipo de artigo Últimas notícias