Circuito indiano terá dois pontos de ativação do DRS

As duas principais retas da pista desenhada por Hermann Tilke serão utilizadas para a abertura da asa móvel neste domingo

Asa móvel ativada no carro de Glock

Assim como aconteceu em outras corridas, o GP da Índia terá duas zonas de ativação do DRS, mais conhecido como asa móvel traseira.

A primeira zona têm início apenas 36 metros após o início da reta de largada e chegada, com a detecção acontecendo na saída da penúltima curva.
 
Já a segunda área de ativação acontece entre as curvas 3 e 4, a maior reta do circuito, e o uso da peça será permitida após 510 metros do início do setor, com a medição acontecendo na entrada do hairpin que antecede o retão.
 
Além da asa móvel, os pilotos também contarão com o auxílio do Kers, o que deve proporcionar muitas disputas na corrida inaugural no país asiático.
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias