"Classificação foi um verdadeiro chute nas bolas”, analisa Hamilton

Inglês critica sua atuação no treino classificatório e teme que possa perder mais pontos nesta temporada desta forma

Para Hamilton, sua vitória no Reino Unido ontem poderia ter sido outro resultado ruim para o campeonato se Rosberg não tivesse quebrado. Pela quarta vez seguida atrás de Nico em uma classificação, Lewis prega por sábados melhores para voltar a ganhar pontos do companheiro rotineiramente.

"Vamos traçar uma linha sob as próximas nove corridas. Agora é o modo de ataque, começar de novo e agora, utilizando esse ritmo e utilizando o ritmo do carro", disse ele depois de celebrar sua 27ª vitória da carreira em Silverstone.

"Ainda há algumas coisas que precisamos melhorar. Eu não estava muito preocupado com o tempo perdido no pit stop, pois sabia que a próxima parada seria melhor.”

"Eu estava trabalhando na minha posição para que eu não perdesse tempo, mas a classificação realmente me deixou para trás. Apenas preciso voltar ao meu modo de classificação normal o que, eu acho, vai ser bom."

Hamilton admitiu que não podia dar ao luxo de ter uma repetição do tipo de erro de cálculo estratégico que fez no sábado, quando apostou em não completar a última volta e foi batido por Rosberg.

"Classificação foi um verdadeiro chute nas bolas. Eu realmente tive que pegar ir atrás de vencer de qualquer maneira se quisesse ganhar este campeonato mundial. Não posso ter situações como sábado", insistiu.

"Eu facilmente tinha o ritmo para ser pole position nas duas últimas provas, e não consegui. Fiquei  muito mais para trás, o que tornou as provas muito mais difíceis para mim, mas agora eu vou tentar corrigir isso para o futuro."

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias