"Colocamos os dois carros no Q3 por mérito", destaca Hulk

Alemão explica o que melhorou na Sauber nas últimas provas e Gutierrez celebra que "Cingapura não foi caso isolado"

Pela terceira prova consecutiva, a Sauber figura entre os 10 primeiros colocados no grid de largada. Porém, desta vez, tanto Nico Hulkenberg, que larga em sétimo, quanto Esteban Gutierrez, o oitavo, chegaram até a última parte do treino. E a tendência, segundo o alemão, é que isso continue.

“São várias coisas combinadas”, explicou ao TotalRace em Yeongam, palco do GP da Coreia. “A mudança dos pneus em Budapeste ajudou, assim como algumas alterações de ajuste, além de peças novas. Tudo junto fez a gente melhorar. Conseguimos colocar os dois carros no Q3 por nosso próprio mérito, pelo ritmo, e devemos ficar felizes com isso. E também acho que nosso ritmo de corrida é bom, estou confortável no carro e espero atingir algo simular [ao resultado da classificação].”

Já Gutierrez comemorou a melhora de seu rendimento em classificação. “Acho que a comunicação tem sido muito boa e eu melhorei muito. Quando colocamos os dois carros no mesmo nível, dá para trabalhar mais igualmente e você consegue forçar muito mais. Mostrei que o que aconteceu em Cingapura não foi um caso isolado, estou trabalhando muito duro para resolver meu problema de classificação.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Coreia
Pilotos Nico Hulkenberg , Esteban Gutierrez
Tipo de artigo Últimas notícias