Com boas recordações, Grosjean chega ao Canadá confiando no E22

Francês afirma que Circuito Gilles Villeneuve é seu favorito no vídeo game: "É uma corrida que eu realmente gosto”

Depois de um bom oitavo lugar no principado de Mônaco após final de semana problemático, Romain Grosjean espera fazer bom uso de seu E22 na primeira viagem da Fórmula 1 à América do Norte nesta temporada, indo à tradicional pista de Montreal.

Para o piloto, sua grande corrida feita em 2012 é motivo animação apesar de seu carro deste ano não ser tão bom. "Gosto da sensação de estar perto das paredes", falou.

"Montreal é meio circuito normal e meio circuito de rua. As paredes estão muito perto em alguns lugares, enquanto outras partes são semelhantes a um circuito europeu. Montreal também é diferente de Mônaco, pois há algumas retas longas e alguns grandes momentos de frenagem.”

"É uma corrida que eu realmente gosto - é o meu circuito favorito para correr na Xbox. Eu tenho boas recordações de 2012, quando fui de sétimo no grid e consegui meu primeiro segundo lugar na F-1. Foi realmente um grande dia e foi realmente um resultado forte da equipe, já que nós usamos uma estratégia de uma parada para chegar ao pódio depois de uma sessão de qualificação decepcionante no dia anterior."

Mesmo sem a certeza de que pode fazer um bom trabalho pelas limitações de seu carro, o francês é otimista quanto ao lado técnico do GP. “O circuito Gilles Villeneuve é definitivamente único e normalmente traz um pacote de downforce diferente. Por esse motivo, acrescenta um outro fator desconhecido para o fim de semana."

"Curvas de alta velocidade não são uma preocupação. A aerodinâmica está estável e a gestão da unidade de energia está cada vez melhor, por isso agora estamos mais focados no lado da suspensão. No ano passado tivemos um carro muito bom neste aspecto, por isso vamos comparar o E22 com o E21 e, possivelmente, reverter para algumas configurações anteriores para torná-lo melhor em baixa velocidade. Creio que a nosso downforce é muito bom, por isso é aderência mecânica que estamos procurando.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias