Com Rosberg à tarde, Mercedes confirma domínio na Malásia; Massa é 6º

Piloto alemão aproveita melhor rendimento dos pneus médios e quebra marca de 1:40s; Räikkönen e Vettel completam Top 3

Após colocar seu primeiro jogo de pneus médios, Nico Rosberg bateu a concorrência e liderou o apertado segundo treino livre para o GP da Malásia nesta madrugada de sexta-feira em Kuala Lumpur. O piloto da Mercedes #6 anotou o tempo de 1:39.909s, sendo apenas 0.035s mais rápido que o finlandês Kimi Räikkönen da Ferrari. Os seis melhores ficaram em apenas 0.203s.

Vettel foi o terceiro, provando que a Red Bull tem boa performance nas curvas de alta velocidade de Sepang. O alemão, Nico e Kimi foram os únicos a virar na casa de 1:39s hoje.

Felipe Massa foi o sexto mais rápido com o tempo de 1:40.112s. O brasileiro foi um dos primeiros pilotos a colocar os pneus médios e chegou a inclusive liderar o treino na metade. Felipe, que largou pela última vez na primeira fila de um GP há exatamente um ano, ficou a 0.203s de Rosberg. Mais rápido no primeiro treino, Hamilton foi o quarto, com Alonso em quinto.

No pódio na Austrália, a McLaren com Button e Magnussen ficou em oitavo e 12º, respectivamente

As baixas do treino foram Kobayashi e Maldonado, após terem problemas em suas unidades de potência de manhã. Nem a Caterham e nem a Lotus conseguiram reparar o problema a tempo, e nenhum dos dois foi à pista. Pior para o venezuelano, que não conseguiu registrar tempo nesta sexta-feira.

No início da sessão, Grosjean foi o primeiro cravar volta, aproveitando ao máximo o tempo de pista após não fazer voltas pela manhã depois de ter problemas com seu E22. Com cinco minutos de treino, Max Chilton rodou na curva três em sua primeira volta cronometrada. Com o carro fora da pista, o britânico da Marussia foi obrigado a desistir dos primeiros minutos de sessão, até seu carro voltar aos boxes pouco antes da metade do treino, o possibilitando a retomar o treino.

Com 15 minutos de sessão, a Williams liderava, com Bottas na frente de Massa por apenas 0.003s, virando 1:41.072s. Este momento também marcou grande revés para a Lotus, que viu novamente o carro de Grosjean apresentar problemas, desta vez no câmbio, que ficou travado. O primeiro a passar da casa de 1:41s (1:40.737s) no final de semana foi Fernando Alonso, que assumiu a ponta com 20 minutos de sessão.

Com os pilotos tirando os pneus duros e colocando os médios aos 35 minutos, os tempos começaram a cair bastante. Depois de Massa virar 1:40.112s, vieram as duas Mercedes de Rosberg e Hamilton, registrando 1:39.909s e 1:40.051, respectivamente.

Na metade da sessão, Rosberg era o mais rápido, com Räikkönen em segundo e Vettel em terceiro. Os três eram os únicos a virar na casa de 1:39s. Depois vinham Hamilton e Alonso, com Felipe Massa fechando o Top 6.

No 50º minuto, os pilotos começaram suas simulações de corrida com tanque cheio. A partir daí ninguém mais melhorou seus tempos, ficando, desta forma, a ordem da metade da sessão inalterada. As Mercedes mostravam bom rendimento, ao lado da Red Bull e das Ferraris. Faltando 17 minutos para o fim, Romain Grosjean voltou a ter problemas de câmbio em seu Lotus, mas desta vez não conseguiu voltar aos boxes e parou seu carro na pista.

Quem também teve problemas no treino foi Daniel Ricciardo, que saiu da pista a poucos segundos do fim da sessão de forma muito parecida com Hamilton no primeiro treino.

O terceiro treino livre acontece na madrugada de sábado para domingo, às duas da manhã.

Confira os melhores temos do segundo treino livre:
1. Nico Rosberg (Mercedes)  1:39.909s  (30 voltas)
2. Kimi Raikkonen (Ferrari)  1:39.944s +0.035s  (30)
3. Sebastian Vettel (Red Bull-Renault)  1:39.970s +0.061s  (30)
4. Lewis Hamilton (Mercedes)  1:40.051s +0.142s  (32)
5. Fernando Alonso (Ferrari)  1:40.103s +0.194s  (29)
6. Felipe Massa (Williams-Mercedes)  1:40.112s +0.203s  (34)
7. Daniel Ricciardo (Red Bull-Renault)  1:40.276s +0.367s  (29)
8. Jenson Button (McLaren-Mercedes)  1:40.628s +0.719s  (28)
9. Valtteri Bottas (Williams-Mercedes)  1:40.638s +0.729s  (35)
10. Nico Hulkenberg (Force India-Mercedes)  1:40.691s +0.782s  (34)
11. Jean-Eric Vergne (Toro Rosso-Renault)  1:40.777s +0.868s  (33)
12. Kevin Magnussen (McLaren-Mercedes)  1:41.014s +1.105s  (20)
13. Adrian Sutil (Sauber-Ferrari)  1:41.257s +1.348s  (28)
14. Daniil Kvyat (Toro Rosso-Renault)  1:41.325s +1.416s  (32)
15. Esteban Gutierrez (Sauber-Ferrari)  1:41.407s +1.498s  (34)
16. Sergio Perez (Force India-Mercedes)  1:41.671s +1.762s  (25)
17. Romain Grosjean (Lotus-Renault)  1:42.531s +2.622s  (14)
18. Max Chilton (Marussia-Ferrari)  1:43.638s +3.729s  (20)
19. Jules Bianchi (Marussia-Ferrari)  1:43.752s +3.843s  (29)
20. Marcus Ericsson (Caterham-Renault)  1:45.703s +5.794s (31)
21. Kamui Kobayashi (Caterham-Renault)  Sem tempo  (0)
22. Pastor Maldonado (Lotus-Renault)  Sem tempo  (0)

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Malásia
Pilotos Nico Rosberg
Tipo de artigo Últimas notícias