Com sobras e Hamilton na frente, Mercedes domina a sexta-feira no Bahrein

Williams permanece quase dois terços do treino nos boxes e Massa fecha o dia em quinto

Sem nenhuma dificuldade, a Mercedes mostrou que permanece dominando as ações neste início de ano na F1. Com Lewis Hamilton em primeiro e Nico Rosberg em segundo, o time fechou a sexta-feira no Bahrein com cerca de um segundo de vantagem para a concorrência.

O inglês fez o tempo de 1min34s325, três décimos mais rápido que Rosberg. Quem chegou mais perto da dupla, assim como no treino da tarde, foi Fernando Alonso, com 1min35s360. Mais de um segundo atrás de Hamilton e a quase sete décimos de Rosberg. A Red Bull de Daniel Ricciardo ficou na quarta posição.

O brasileiro Felipe Massa, um dos que menos andaram, ficou com o quinto melhor tempo, com 1min35s442. A Williams ficou parada durante quase uma hora e só foi entrar na pista no terço final da sessão. Segundo a equipe, a demora ocorreu por um pedido da Mercedes, fabricante de seus motores. Button, Vettel, Kvyat, Magnussen e Pérez fecharam os 10 primeiros.

Com a F1 entrando na pista pela primeira vez na noite do Bahrein, os pilotos rapidamente começaram a fazer suas voltas rápidas. Com menos de dez minutos de treino, Jenson Button, de médios, já havia rodado mais de três décimos mais rápido do que no primeiro treino do dia e logo depois foi a vez de seu companheiro Kevin Magnussen melhorar sem tempo da tarde em um segundo e assumir o topo da classificação.

Com cerca de 15 minutos de treino, 17 pilotos já tinham feito tempos e a Mercedes acabou com a festa do resto do grid. Lewis Hamilton e Nico Rosberg já faziam os melhores tempos do dia, baixando em um segundo os tempos da tarde e sendo os primeiros a entrarem na casa do 1min36s. Hamilton fez 1min36s506 e Rosberg vinha um décimo atrás. O alemão, aliás, chegou a errar em uma de suas tentativas, escapando da pista na curva 10.

A essa altura da sessão, apenas os carros de Red Bull e Williams ainda permaneciam nos boxes. Sebastian Vettel entrou na pista com pouco mais de vinte minutos de sessão e fez o quarto tempo, atrás de Fernando Alonso. Mas o tetracampeão foi logo superado por seu companheiro Daniel Ricciardo que, dois décimos mais rápido, conseguiu ficar atrás apenas das Mercedes.

Enquanto as Williams ainda permaneciam nos boxes, Romain Gorsjean já calçava os pneus macios e fazia o sétimo melhor tempo com a Lotus, 1min37s599. Também com macios, Chilton colocava a Marussia em 10º, mostrando bem a diferença entre os compostos e Pérez assumia a ponta, sendo o primeiro piloto a entrar na casa do 1min35s.

O mexicano, porém, ficou na primeira colocação apenas até a Mercedes entrar com pneus macios. Rosberg fez 1min34s690, mais de um segundo mais rápido que a Force India. E Lewis Hamilton baixou ainda mais o tempo na sequência, com 1min34s325. A sessão já alcançava a metade do tempo previsto e as Williams permaneciam paradas.

Além do domínio da Mercedes, o treino mostrava vários pilotos com dificuldade para controlar o carro. Maldonado chegou a decolar após subir na zebra, e Hamalton, Vergne e Chilton rodaram. O inglês da Marussia acabou abandonando, assim como Sutil, com problemas mecânicos.

Faltando pouco mais de meia-hora para o fim da sessão, finalmente Felipe Massa entrou na pista. Com pneus médios, o brasileiro fez sua primeira volta rápida em 1min36s790, ocupando a 13º posição, mais de dois segundos pior que o líder Lewis Hamilton. Seu companheiro Valtteri Bottas ainda não havia saído dos boxes.

O finlandês, que já havia ficado de fora do primeiro treino, pois cedeu seu carro a Felipe Nasr à tarde, foi dar sua primeira volta rápida com mais de uma hora de sessão. Também de médios, Bottas fez 1min37s800, ficando em 17º lugar.

Faltando 15 minutos para o fim, chegou a hora de Massa iniciar os trabalhos com pneus médios e o brasileiro conseguiu logo o quinto tempo, com 1min35s442, atrás apenas das duas Mercedes e de Alonso e Ricciardo. Bottas também colocou macios no finalzinho, mas, atrapalhado por Esteban Gutierrez, fez apenas o 11º tempo.

O próximo treino livre será neste sábado, às 9h, com transmissão do SporTV.

Classificação do segundo treino:

1) Lewis Hamilton (Mercedes), 1min34s325 - 28 voltas
2) Nico Rosberg (Mercedes), 1min34s690 - 31 voltas
3) Fernando Alonso (Ferrari), 1min35s360 - 28 voltas
4) Daniel Ricciardo (Red Bull), 1min35s433 - 28 voltas
5) Felipe Massa (Williams), 1min35s442 - 13 voltas
6) Jenson Button (McLaren), 1min35s528 - 21 voltas
7) Sebastian Vettel (Red Bull), 1min35s606 - 30 voltas
8) Daniil Kvyat (Toro Rosso), 1min35s640 - 31 voltas
9) Kevin Magnussen (McLaren), 1min35s662 - 22 voltas
10) Sergio Pérez (Force India), 1min335s802 - 40 voltas
11) Valtteri Bottas (Williams), 1min35s920 - 9 voltas
12) Jean-Eric Vergne (Toro Rosso), 1min35s972 - 33 voltas
13) Nico Hulkenberg (Force India), 1min35s998 - 18 voltas
14) Kimi Raikkonen (Ferrari), 1min36s366 - 33 voltas
15) Adrian Sutil (Sauber), 1min36s962 - 13 voltas
16) Esteban Gutierrez (Sauber), 1min36s975 - 35 voltas
17) Pastor Maldonado (Lotus), 1min37s259 - 25 voltas
18) Romain Grosjean (Lotus), 1min37s599 - 23 voltas
19) Jules Bianchi (Marussia), 1min37s800 - 15 voltas
20) Max Chilton (Marussia), 1min38s247 - 10 voltas
21) Kamui Kobayashi (Caterham), 1min38s257 - 33 voltas
22) Marcus Ericsson (Caterham), 1min39s136 - 30 voltas

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP do Bahrein
Pilotos Lewis Hamilton
Tipo de artigo Últimas notícias