"Completamente no limite", Mercedes coloca dupla no top 3

Rosberg diz que não poderia ter tirado mais do carro e Hamilton aposta que "ninguém verá Vettel" na corrida

Depois de um final de semana mais apagado que o normal, a dupla da Mercedes conseguiu se recuperar e ficou com o segundo e terceiro lugares na classificação para o GP da Índia, com Nico Rosberg à frente. E tirando tudo do carro.

“Fiquei completamente no limite, realmente forçando, tentando extrair um décimo a mais do carro. Classificar-me em segundo foi o melhor que eu poderia esperar, só porque Mark adotou uma estratégia diferente. A corrida será dura.”

O alemão reconheceu que a Mercedes considerou largar com os pneus médios, mas crê que a decisão de ficar com os macios foi a melhor. “Decidimos que isso funcionaria melhor. Não foi uma estratégia, era o melhor a fazer”, garantiu.

Já seu companheiro, Lewis Hamilton, terceiro no grid, admitiu que não esperava uma classificação tão positiva.

“Estou surpreso pela posição em que estamos, mas teremos de ver o que vai acontecer amanhã porque, com outros em estratégias diferentes, as coisas vão se alternar durante a prova”, aposta o piloto da Mercedes.

“Perdi um pouco de tempo na última curva mas, no geral, foi uma boa volta. A corrida será uma questão de quem consegue fazer os pneus durarem e tem o melhor ritmo. Nossos estrategistas terão decisões difíceis para tomar.”

O inglês não escondeu a surpresa ao ver Mark Webber, com o pneu médio, ser apenas um décimo mais lento que a Mercedes. “Ele estava com um pneu que deveria ser um segundo mais lento, mas não há nada que podemos fazer em relação a isso. Vou tentar o máximo para ficar à frente dele.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Índia
Pilotos Lewis Hamilton , Nico Rosberg
Tipo de artigo Últimas notícias