Confiante, Massa quer entender evolução da pista em Interlagos

Brasileiro vê a Williams bem após primeiros treinos livres, mas salienta que asfalto novo será desafio

Felipe Massa começou os primeiros treinos livres para o GP do Brasil confirmando suas previsões: a Williams tem condições de lutar pelo pódio em Interlagos. Porém, o brasileiro , sexto colocado nesta sexta-feira, reconhece a importância de avaliar bem a evolução da condição de pista ao longo do final de semana para lutar com a Red Bull e a Ferrari.

[publicidade] “O pódio é o que estou trabalhando para tentar. O carro se comportou muito bem hoje, mas vimos a Red Bull muito rápida e a Ferrari conseguiu fazer um ótimo tempo também. Será uma boa briga com eles. Estamos na luta com eles no campeonato de construtores e é importante superá-los”, destacou.

Entender a evolução da pista neste final de semana será particularmente importante devido ao novo asfalto de Interlagos e pelas incertezas em relação ao clima.

“Acho que foi um bom dia, o carro se comportou bem nessa pista. Ainda não sabemos qual será a condição do clima para a classificação. Mesmo que a pista estivesse bem suja, achei que a aderência do asfalto é bem alta comparando com que o que estávamos acostumados o ano passado. Porém, a simulação de corrida não foi fácil porque estava muito calor – principalmente com o macio, o médio não desgastou tanto. A gente tem de entender como estará o asfalto para amanhã, pois a superfície está um pouco crua ainda.”

Depois de ter sido o piloto que criticou mais fortemente a escolha inicial da Pirelli para os compostos do GP Brasil – originalmente, a opção foi pelos médios e duros, e depois das reclamações ocorreu a alteração para os médios e macios – Massa reconheceu que o composto mais macio se desgastou bastante, mas acredita que a situação mudará ao longo do final de semana.

 “O pneu macio se desgastou um pouco, mas isso é totalmente normal pensando no asfalto novo, no quão suja estava a pista e também na temperatura. Neste treino, o pneu se desgastou um pouco demais, mas tenho certeza de que a evolução vai ser muito grande e acho que o pneu médio se comportou de uma maneira totalmente aceitável. Na minha opinião, foi a escolha certa, até pensando que deve esfriar nos próximos dias.”

Quinto colocado nos treinos, o companheiro de Massa, Valtteri Bottas, está mais preocupado com as incertezas do clima.

“Não é pista ruim para nós e, para uma sexta-feira, não foi nada mal. Precisamos ver qual será a condição do tempo para a classificação e para a corrida. Mas o início foi bom: consegui entrar no ritmo logo de cara. Ainda preciso melhorar o acerto, mas o mais importante é o clima.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias