Confiante, Rosberg desembarca e garante: 'Estou em Sochi para vencer'

Piloto alemão mantém a confiança na disputa pelo título da categoria máxima do automobilismo mundial

Rosberg se mostrou muito concentrado em recuperar a ponta
As lembranças do acidente de Jules Bianchi, em Suzuka, ainda figuram na memória dos pilotos. Entretanto, alguns precisam se desapegar ao ‘luto’ pela grave batida do piloto francês e se focar na temporada. Quem tentou deixar tal atitude mais evidente nesta quinta-feira foi Nico Rosberg.
 
[publicidade] Vice-líder da temporada, dez pontos atrás de Lewis Hamilton, companheiro de Mercedes, Rosberg evitou se desanimar pelos últimos três resultados, responsáveis por tirá-lo da ponta do Mundial de Pilotos.
 
“Não vou me debruçar pelos resultados nas últimas semanas. Estou em Sochi e sei que posso fazer um bom trabalho para vencer no domingo, é isso”, sentenciou o alemão, que se apega a ‘circunstâncias inexplicáveis’ para diminuir o abatimento pela mudança na temporada.
 
“O resumo é que, como equipe, tivemos resultados ruins com o carro. Não porque fizemos um trabalho ruim, mas coisas inexplicáveis aconteceram e não estávamos preparados para todas as circunstâncias do final de semana”, resumiu o segundo colocado no campeonato.
 
Apesar do foco em recuperar o embalo com uma vitória, Rosberg admitiu a dificuldade de todo o grid se concentrar apenas no GP da Rússia. Tudo por conta de Jules Bianchi: o piloto da Marussia segue internado no Japão, em estado grave, após sofrer um acidente no último domingo.
 
“Será um GP difícil por conta das circunstâncias. Estamos aqui de novo porque responder essas pessoas é o mais próximo que podemos fazer, é o nosso trabalho a ser feito entrar no carro. Quando entrar, fechar a minha viseira, quero colocar tudo de lado como sempre, focar apenas no trabalho”, concluiu.
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias