Confira curiosidades de corrida espanhola

GP de 2011 será a 41ª edição do evento desde 1951. Cinco circuitos receberam a prova: Barcelona, Jerez, Montjuich, Jarama e Pedralbes.

Mansell e Senna duelam na prova de 1991

 

A F-1 retorna a uma pista que já pode ser considerada clássica para a quinta etapa da temporada 2011. O GP da Espanha, disputado desde 1991 no circuito da Catalunha, é o mais familiar a pilotos e equipes, localizado a 35 km da cidade de Barcelona.
 
Confira algumas estatísticas da prova:
 
- 13 dos últimos 14 últimos vencedores do GP da Espanha largaram da pole; na última década, apenas a corrida de 2003 teve mais que 10 ultrapassagens (19). Em 2005 e 2008, apenas duas ultrapassagens aconteceram.
 
- O GP da Espanha de 2011 será a 41ª edição do evento desde 1951. Cinco circuitos receberam a prova: Barcelona (20, entre 1991 e 2010), Jerez (cinco, entre 1986 e 1990), Montjuich (1969/71/73/75), Jarama (exibições alternadas entre 1968 e 1971) e Pedralbes (1951/54).
 
- Fernando Alonso é o único espanhol a vencer na F-1, apesar de outros 12 pilotos terem competido antes dele. Seu sucesso ofusca todos os outros: dois campeonatos mundiais, 26 vitórias, 870 pontos, 20 pole positions e 18 melhores voltas. Ele liderou 62 corridas (é o quinto na lista de estatísticas) e se tornou o sétimo piloto a vencer em sua estreia pela Ferrari no GP do Bahrein do ano passado.
 
- Apenas dois outros espanhóis subiram ao pódio na F-1: Pedro de la Rosa, segundo colocado pela McLaren no GP da Hungria de 2006, e Alfonso de Portago, segundo com a Ferrari no GP da Inglaterra de 1956, dividindo o carro com Peter Collins.
 
- O GP da Espanha de 1986 detém o recorde de chegada mais apertada da historia. Ayrton Senna, da Lotus-Renault, superou a Williams-Honda de Nigel Mansell por apenas 0s014 após 72 voltas disputadas.
 
- Atual campeão, Sebastian Vettel largou em todas as corridas deste ano da pole position e, desde o GP da Itália do ano passado não sai da primeira fila. Dos últimos oito GPs, ele venceu seis.
 
- O circuito da Catalunha é conhecido como um dos mais populares do cenário europeu, com testes de F-1, o GP da Espanha, provas de MotoGP, GP2 e Gran Turismo, entre outras.
 
Mudanças no circuito desde 2010
 
- Toda a caixa de brita foi checada para garantir que não existem pedras maiores que 15 milimetros de diâmetro.
 
- Uma camada extra de pneus e um cinto condutor instalados à frente da barreira existente na parte direita logo após a curva 9.
 
- Uma zebra mais alta foi instalada na saída da curva 7 e na tangente da 8.
 
- Grama artificial trocada imediatamente antes de cada corrida.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Espanha
Tipo de artigo Últimas notícias