Continuidade foi principal fator permanência de Grosjean, diz Boullier

Chefe da Lotus se apóia na política de Red Bull, Ferrari e McLaren que fizeram poucas mudanças nos últimos anos

Boullier e Grosjean conversam no paddock

 

Na última semana a Lotus confirmou a permanência de Romain Grosjean no time, mantendo assim a mesma dupla de pilotos que atuou em 2012 para a próxima temporada. Segundo o diretor do time, Eric Boullier a continuidade foi a principal razão para a escolha.

"Trocas de pilotos trazem instabilidade para um time. É só ver como estão estáveis as duplas nos times de cima nos últimos anos”, argumentou Boullier. “Ferrari, Red Bull, McLaren. Isto não é por acaso. É preciso tempo para fazer funcionar os métodos de trabalho das equipes e dos pilotos”, completou.

Além da continuidade, o dirigente destacou a qualidade de Grosjean, que, na opinião de Boullier será um dos melhores pilotos do mundo em breve. “Grosjean tem coragem, velocidade, juventude. Ele está se desenvolvendo bem e pode se tornar não só um vencedor de corridas, como um campeão mundial. Se crescer como imaginamos, será um dos cinco melhores da temporada”, acredita.

O dirigente minimizou o fato do piloto francês ter se envolvido em muitos acidentes este ano, chegando até a ser suspenso por uma corrida. “Mesmo que raramente, campeões do mundo cometem erros. Só espero que Romain seja competitivo desde a primeira corrida da temporada”, afirmou.
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Romain Grosjean
Tipo de artigo Últimas notícias