“Cria-se muita polêmica”, minimiza Alonso sobre clima na Mercedes

Para espanhol, tensão é inflada por quem está de fora. Sobre o título, bicampeão aposta no mais consistente

Apesar de mais um domínio, o fim de semana foi tenso na Mercedes. Hamilton insinuou que Rosberg possa ter errado de propósito na classificação, para prejudica-lo. Por outro lado, o alemão lembrou que o clima sempre foi tenso entre os dois companheiros. Para Fernando Alonso tudo foi normal e a polêmica é criada por quem está de fora.

[publicidade] “É normal, sempre vai haver pressão. O que o cara faz do outro lado da sua garagem sempre é a referência, é assim para todos”, disse o espanhol, que foi companheiro de Hamilton na McLaren em 2007, mas saiu brigado do time, acusando a equipe de favorecer o inglês. “O que costuma acontecer é que, ainda que possa haver uma boa relação interna, sempre é reportado um clima tenso por quem está de fora, cria-se muita polêmica”, acrescentou.

Sobre o campeonato, o piloto da Ferrari disse não ter dúvida que o título ficará com um piloto da Mercedes: aquele que for mais consistente. “Mas o campeonato está entre os dois (Hamilton e Rosberg) e acho que o fator decisivo será quem vai terminar mais corridas. As vitórias vão se dividir, mas acho que quem terminar todas as corridas será o campeão”.

O líder atualmente é Nico Rosberg com 122 pontos, quatro a mais que Hamilton. Em terceiro, Alonso soma 61.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias