Crise na Fórmula 1 tem até ex-jogador dado como morto; entenda

Diretor nomeado às pressas para a equipe Caterham teria desaparecido na Romênia há mais de 20 anos

A crise administrativa pela qual passa a equipe Caterham acabou trazendo à tona um mistério: quem é Constantin Cojocar?

[publicidade] A estrutura comercial da equipe Caterham já era complicada antes da crise dos últimos dias: a empresa titular da licença é a 1Malaysia Racing Team (1MRT) , mas os funcionários são pagos pela Caterham Sports Ltd , outra empresa de propriedade de 1MRT. A Caterham Sports, por sua vez, fornece serviços de design.

Em 29 de junho de 2014, a Caterham F1 Team foi vendida a um grupo de investidores suíços e árabes chamado Engavest. No último mês, contudo, os novos proprietário acusaram o antigo dono, Tony Fernandes e seus associados, de não estarem em conformidade com os termos do contrato e não transferiram as ações para seu nome. Fernandes, por sua vez, alega que não tem nada a ver com a equipe e cobra os compradores.

Em paralelo a isso, na semana passada Caterham Sports tornou-se insolvente e está sob administração da Smith & Williamson, com dívidas estimadas em 24 milhões de dólares, o que causou, inclusive, apreensão de mercadorias e fechamento da fábrica em Leafield. Os funcionários da equipe de F-1 foram transferidos para a 1MRT. 

Quem sobrou como administrador da Caterham Sports foi justamente o tal Cojocar, que apareceu de forma irônica em um dos comunicados da Engavest nesta semana: “nós não indicamos o senhor Cojocar que, acreditamos, foi um jogador famoso no Steaua Bucarest durante a década de 1980.”

É aí que a história se complica: o tal ex-jogador de futebol Cojocar, romeno, jogou ao lado de astros como Hagi e foi famoso há mais de 25 anos. O problema é que ele desapareceu há mais de 20 anos e era dado como morto. Só em outubro deste ano, seu nome reapareceu como diretor e acionista da Caterham Sports. Seria um caso de roubo de identidade, um nome “fantasma” ou realmente trata-se do ex-jogador? Esse é apenas um dos mistérios do caso Caterham.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias