CVC vende US$ 1.6 bilhão em ações da F-1 antes de entrar na bolsa

Empresa que controla 63,4% dos direitos comerciais da categoria se prepara para ser colocada no pregão de Cingapura

Empresa dona de 63,4% dos direitos comerciais da F-1, a CVC Capital vendeu US$ 1,6 bilhão em ações da categoria para três investidores, incluindo a BlackRock, multinacional norteamericana do setor de investimentos. O negócio foi concretizado, de acordo com a agência de notícias Reuters, semanas antes da F-1 entrar no mercado acionário.

Assim, com as ações da categoria entrando no pregão de Cingapura no próximo mês e já tendo seu lavor de IPO abalizado no país, a CVC venceu cerca de 20% do esporte para os investidores. Estima-se que a oferta pública inicial das ações na bolsa seja de 3 bilhões de dólares.

A CVC quer levantar ao menos US$ 2,5 bilhões no que será um dos maiores IPOs do ano depois que o Facebook levantou US$ 16 bilhões.

Acredita-se que o valor total da F-1 chegue aos US49,1 bilhões.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias