Dança das cadeiras entre engenheiros abre caminho para Smedley

Com a saída do chefe dos engenheiros de pista, Xevi Pujolar, da Williams, parceiro de Massa pode ser confirmado

O chefe de engenharia de corrida da Williams Xevi Pujolar deixou o time e vai para a Toro Rosso na próxima temporada. Isso abre as portas para a esperada chegada de Rob Smedley.

O engenheiro de pista de Felipe Massa por toda sua carreira na Ferrari afirmara que gostaria de assumir um posto de chefia e tem tido seu nome ligado à Williams mesmo antes da confirmação de que o brasileiro pilotaria pelo time de Grove.

Pujolar, por sua vez, já trabalhou com Helmut Marko na F3000, ainda em 2000. Na Fórmula 1, o espanhol começou como assistente na Jaguar em 2002, depois se tornou engenheiro de performance na Williams, sendo promovido a engenheiro de pista no ano seguinte, trabalhando com Juan Pablo Montoya.

O profissional chegou a trabalhar na HRT em 2010, mas retornou a Grove no ano seguinte, para trabalhar com outro sulamericano, Pastor Maldonado. Pujolar foi promovido a chefe neste ano.

Outro engenheiro de pista que está fazendo sua despedida é Tom McCullough, que deixa a Sauber após apenas uma temporada para retornar ao Reino Unido, sem especificar onde. Antes do time suíço, o engenheiro, que trabalhava com Nico Hulkenberg, passara dez anos na Williams.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias