De contrato até 2016, Alonso fala da lua de mel com a Ferrari

Espanhol afirma que toma as decisões por sentimentos e acredita que lutará por títulos nos próximos anos

Alonso posa com o chefe da Ferrari, Stefano Domenicali

Fernando Alonso não conseguia esconder a felicidade após o anúncio de que seu contrato com a Ferrari foi estendido até o final da temporada 2016. O piloto espanhol, que corre em casa neste final de semana, era só elogios ao time italiano na coletiva de imprensa desta quinta-feira.

“Estive confortável na Ferrari desde o primeiro dia e, para qualquer piloto, correr pela Ferrari é um privilégio por tudo o que ela representa e pode estar sete anos com eles é muito bom para mim e minha carreira. Tomo as decisões sempre movido por sentimentos. Por já ter dois campeonatos, não preciso estar numa equipe que vai vencer de imediato. Em 2008 voltei à Renault sabendo que não era um carro tão competitivo, mas que seria feliz ali. Sei que agora não temos o carro mais competitivo, mas nesses próximos anos sabemos que na Ferrari teremos a oportunidade de lutar por títulos”, afirmou em entrevista acompanhada pelo TotalRace.

O espanhol revelou que seu contrato inicial era de três temporadas, terminando ao final de 2012, com mais duas de opção, e que agora serão mais cinco anos sem brechas para saída.  

“As negociações começaram na semana passada praticamente. Tanto eu quanto a Ferrari queríamos que o contrato durasse por muitos anos e dezembro de 2016 é um tempo razoável porque já teremos alguns anos interessantes de parceria e, a partir daí, veremos o que acontece. Verei se tenho vontade de continuar e eles, se ainda estarão felizes comigo. Acho que 2016 é um tempo bom para mantermos estabilidade dentro da equipe e para ficarmos tranquilos nestes anos que seguem.”

O piloto aproveitou para elogiar Felipe Massa, com quem divide a equipe desde que chegou à Ferrari, no início do ano passado.

“Até agora, a parceria com Felipe tem sido nota 10, as coisas foram muito boas neste um ano e meio que trabalhamos juntos e creio que ele seguirá ano que vem também, porque tem contrato. Portanto, serão pelo menos três anos com ele e, se forem mais, ainda melhor. Acho que temos uma ótima relação profissional, porque trabalhamos numa direção em comum, que é melhorar a Ferrari e, além disso, é uma pessoa excelente.”   

O espanhol destacou o trato que a Scuderia dá a seus pilotos como o principal motivo da parceria estar funcionando até agora.

“Temos os mesmos sentimentos de paixão, competição, vontade de ganhar e uma filosofia de entender as corridas bastante parecida. Na Ferrari, mantêm o velho costume de falar muito com o piloto, temos uma pista particular para provar os carros de rua, há toda uma estrutura que faz o piloto se sentir muito à vontade, diferente e muito valorizado.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Espanha
Pilotos Fernando Alonso
Tipo de artigo Últimas notícias