De la Rosa feliz pela melhora da HRT nas últimas corridas

Após não se classificar para o Grande Prêmio da Austrália, equipe termina corrida pela segunda vez consecutiva com os dois carros

HRT chegou a frente de uma Caterham no GP da China

Ainda é inegável que a HRT é a pior equipe do grid de 2012, mas para quem andou pela primeira vez com o carro novo nos treinos livres do GP da Austrália, é uma equipe que vem em franca evolução.

Em entrevista exclusiva ao TotalRace, o espanhol Pedro de la Rosa, um dos pilotos mais experientes do grid, disse estar bem contente com a evolução do carro.

"Sim, é muito boa", disse de la Rosa sobre a melhora do F112. "Principalmente porque nós viemos de uma não classificação na Austrália, depois ambos os pilotos recebemos a bandeira quadriculada na Malásia e agora demos mais um passo adiante na China", comentou.

Após ter um carro que vem se mostrando confiável e andando em um ritmo aceitável, o foco da HRT agora é disputar posições com as equipes ao redor, como Caterham e Marussia.

"Esse é o objetivo", disse de la Rosa. "Só estamos começando, e ainda há muito campeonato pela frente", completou.

Sobre o próximo fim de semana no GP do Bahrein, o presidente da GPDA (Associação dos Pilotos de Grande Prêmio) não se opõe à FIA, e muito pelo contrário, confia plenamente no que a entidade disse a respeito da situação no país.

"Nós confiamos no que nos falam. Não sabemos muito bem da situação porque ainda não chegamos lá, mas pessoas que vivem lá nos dizem que tudo está ok. Confiamos na FIA, agora vamos para lá e ver como está", concluiu o espanhol.

Durante o Grande Prêmio da China, a FIA confirmou a corrida no Bahrein, mesmo com grande pressão oriunda de todos os lados para que cancelassem a etapa em virtude das manifestações e conflitos civis nos arredores da capital Manama.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Pedro de la Rosa
Tipo de artigo Últimas notícias