De último a quinto, Schumacher acha que dava para fazer mais

Comemorando 20 anos desde sua estreia, alemão faz corrida sensacional: "me diverti muito abrindo caminho”

Schumacher superou 19 carros na corrida

Ao comemorar os 20 anos desde sua estreia na F-1, Michael Schumacher foi um dos grandes nomes da corrida. O alemão saiu de último para chegar em quinto – e ficou com a impressão de que poderia ter feito mais caso a classificação tivesse saído como o planejado.

“Foi um ótimo final para um ótimo final de semana em Spa. Acho que seria possível chegar acima de quinto hoje, mas ganhar 19 posições é um grande sentimento. Com toda minha família, amigos e fãs aqui, foi uma motivação extra. A corrida teve muita emoção e muitas ultrapassagens. Me diverti muito abrindo caminho.”

Já Nico Rosberg teve de amargar chegar atrás do companheiro mesmo tendo pulado na liderança no início e lutado com os ponteiros durante parte da prova.

“Fiz uma ótima largada e foi um sentimento especial liderar a corrida com uma Flecha de Prata neste grande circuito. Foi ótimo entrar na briga com as Ferrari, McLaren e Red Bull, mas difícil perceber que não temos o ritmo para manter-nos na ponta. Tive de forçar muito no início, o que me custou um pouco no final e não consegui manter Michael, com pneus macios, atrás. No entanto, progredimos e este foi um bom resultado para a equipe.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Bélgica
Pilotos Michael Schumacher , Nico Rosberg
Tipo de artigo Últimas notícias