Decepção é uma palavra que marca a turma do fim do grid na China

De mãos dadas com seus companheiros de equipe: Force India, Toro Rosso, Caterham, Marussia e HRT formam, em pares, as últimas cinco filas do grid

Toro Rosso não conseguiu andar como queria

Parece que a temperatura mais baixa do que a esperada para o classificatório fez com que os acertos dos carros do fim do grid ficassem comprometidos. A reclamação foi geral, e ninguém se mostrou muito contente com o carro neste sábado de treinos para o GP da China.

A única notícia melhor foi ver a HRT andando em um ritmo “forte” como suas concorrentes diretas. Pedro de la Rosa, por exemplo, ficou relativamente próximo dos carros da Marussia. Force India e Toro Rosso, outrora largando bem mais à frente, não gostaram nem um pouco de hoje.

Confira o que cada piloto achou do treino oficial:

Paul di Resta, Force India – 1min36s317 – 15º: "Foi uma sessão muito apertada, especialmente no Q2, onde encontrar alguns décimos poderia ter me feito ganhar umas cinco posições no grid. Ainda estou otimista para a corrida, pois o carro parece forte durante longos stints e penso que nós podemos competir com as equipes à nossa frente de igual para igual."

Nico Hulkenberg , Force India –  1min36s745 – 16º: "Foi uma sessão de qualificação muito difícil para nós, mas acho que as condições mudaram desde os treinos livres e eu não me sentia tão confortável com o carro. Minha última volta no Q2 foi um pouco comprometida por alguns tráfegos, mas eu acho que P16 reflete o ritmo que temos no momento. Vamos pensar seriamente sobre a estratégia hoje à noite e tentar o nosso melhor para avançar na corrida. Comecei em 16º na Malásia e terminei nos pontos, por isso vou procurar repetir meu desempenho."

Daniel Ricciardo, Toro Rosso – 1min36s956 – 17º: "A 17ª posição não vai colocar um sorriso no meu rosto. Pilotei quão rápido podia, mas que não produzi uma volta boa o suficiente. Com o pacote que tínhamos, eu não acho que eu poderia ter conseguido ir muito mais além. Esperemos que amanhã seja melhor. Nós não estamos onde queríamos estar, especialmente porque, antes do fim de semana, nós tínhamos esperado para estar mais perto do top-10.

Jean-Eric , Toro Rosso – 1min37s714 – 18º: "Eu não estou me sentindo bem depois disso. Eu não estou realmente certo com o que aconteceu esta tarde, mas faltou velocidade. Minha volta não foi excepcional, mas não foi ruim, por isso temos que tentar entender porque estava tão lento. Vou me sentir melhor amanhã de manhã e vou olhar para frente para ver o que a corrida pode me trazer."

Heikki Kovalainen, Caterham – 1min38s463 – 19º: "Dei tudo que o carro podia hoje. Cometi um pequeno erro na última curva na minha segunda volta, o que talvez me custou um par de décimos. Mas senti o carro bem equilibrado e provavelmente não havia mais por vir no Q1. No geral estou bastante satisfeito com meu desempenho, então vamos ver o que acontece amanhã."

Vitaly Petrov, Caterham – 1min38s677 – 20º: "Tive alguns problemas para encontrar o equilíbrio certo, mas no segundo stint do Q1 eu fiz uma volta muito boa. Sabemos que, pelas duas primeiras corridas, com um bom plano de corrida e com um pouco de sorte, talvez podemos trazer algo de bom amanhã."

Timo Glock, Marussia – 1min39s282 – 21º: "Hoje foi um sábado muito difícil para mim. O carro era muito melhor ontem, quando tinha uma boa sensação dele. Por alguma razão, esta manhã eu lutava com o carro para achar o acerto. Saia muito de traseira no FP3, então tivemos que fazer algumas mudanças para a qualificação e eu perdi um pouco de confiança no carro. Tive que me acostumar com ele de novo - e durante a qualificação - mas pelo menos fizemos as melhorias certas. Não era perfeito, mas talvez tivesse um pouco de combustível demais no tanque.”

Charles Pic, Marussia – 1min39S717 – 22º: "Estou um pouco decepcionado, pois não fui capaz de fazer meus melhores setores em uma única volta hoje, mas estamos felizes com o progresso que fizemos com o carro neste fim de semana. Os desenvolvimentos que nós trouxemos para cá provaram ser muito bom. Temos de continuar nos movendo nesta direção. Estou ansioso para a corrida de amanhã."

Pedro de la Rosa, HRT – 1min40s411 – 23º: "Acho que foi, de longe, a nossa melhor sessão de qualificação até hoje. Eu já disse muitas vezes que temos muito espaço para melhorias, mas o importante é que reduzimos a distância com relação a pole position consideravelmente e isso é muito positivo para nós. Nesta sessão de qualificação fizemos várias mudanças de setup e o carro respondeu bem. Amanhã esperamos lutar como fizemos na Malásia, e se podemos terminar um pouco mais a frente, vai ser melhor ainda."

Narain Karthikeyan, HRT – 1min41s000 – 24º: "Fui bloqueado na minha primeira volta de qualificação e não fiz um bom tempo com o primeiro set de pneus. No segundo também tive problemas, então essa é a razão de eu não ir tão bem, mas mesmo assim estamos confortavelmente dentro dos 107%, o que é importante. Amanhã, se chover durante a corrida, irá nos beneficiar, se não, nós vamos ter que tentar fazer o melhor que pudermos. O alvo mais uma vez é conseguir quilometragem e estou confiante de que o carro deve ser capaz de fazê-lo durante toda a prova."

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da China
Pilotos Pedro de la Rosa , Narain Karthikeyan , Heikki Kovalainen , Paul di Resta , Timo Glock , Vitaly Petrov , Nico Hulkenberg , Daniel Ricciardo , Charles Pic
Tipo de artigo Últimas notícias