Decepcionado com o carro, Hamilton culpa Kobayashi por batida

Inglês afirmou ter dificuldades nas retas, que estava fora da luta pela vitória e não entende porque bateu

Hamilton teve uma tarde para esquecer na Bélgica

Lewis Hamilton saiu do carro decepcionado. Não tanto pelo abandono, mas sim pela falta de performance da McLaren. O inglês afirmou que perdia muito nas retas e não esperava lutar pela vitória.

“Estávamos com dificuldades e por um motivo qualquer éramos muito lentos na reta. Acho que foi isso que nos colocou naquela posição em que estávamos. Os carros da frente estavam escapando nas retas e só conseguia ficar mais perto nas curvas, então acho que tínhamos muita pressão aerodinâmica.”

O inglês acredita que o máximo que poderia ter alcançado era o pódio.

“Acho que ainda estávamos em posição de lutar e ficar na frente de pelo menos uma das Ferrari ou chegar ao pódio. Mas éramos rápidos o bastante para lutar pela vitória.”

Sobre o acidente que o tirou da prova, com Kamui Kobayashi, Hamilton se isentou de culpa e ainda garantiu que não chegou a perder a consciência.

“Pelo que eu vi, eu estava na frente de não sei quem que estava correndo contra mim, fui atingido por ele e minha corrida acabou. Houve muitas corridas que não completei neste ano e foi apenas mais uma delas.”

Perguntado se as chances no campeonato tinham diminuído, o inglês afirmou que “isso nem está na nossa cabeça”.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Bélgica
Pilotos Lewis Hamilton
Tipo de artigo Últimas notícias