Declarações de chefe complicam chances de Button na McLaren

Eric Boullier diz que estatísticas não vão decidir quem será companheiro de Alonso; inglês fez quase 70% dos pontos no ano

As chances de Jenson Button continuar na Fórmula 1 na próxima temporada parecem cada vez mais remotas. A decisão da McLaren sobre sua dupla de pilotos para 2015 só será divulgada em dezembro, junto da confirmação de novos patrocinadores, mas o chefe do time, Eric Boullier, deu a entender que o fato do inglês ter sido responsável por quase 70% dos pontos da equipe nesta temporada não deve pesar na definição.

[publicidade] “Se fosse tudo uma questão de estatística, seria muito fácil. Eu poderia pegar minha calculadora para tomar essa decisão, mas não funciona assim”, explicou o francês. “Não vou comentar mais sobre isso, já falamos o bastante. Houve um anúncio da McLaren informação que uma decisão seria tomada, e isso será feito antes de 1º de dezembro. Então por favor sejam pacientes.”

Correndo contra o estreante Kevin Magnussen, Button fez 126 pontos, contra 55 do companheiro, do qual chegou à frente em 10 oportunidades entre as 13 provas que ambos completaram. Em classificações, o duelo foi mais parelho: 10 a 9 para o campeão de 2009.

Outra dica dada por Boullier é que a demora para encontrar o companheiro de equipe de Fernando Alonso em 2015 não tem a ver com as performances do belga, Stoffel Vandoorne, vice-campeão da GP2. O piloto, que estreou na categoria de acesso neste ano, deve continuar em 2015 para lutar pelo título.

“Acho que Stoffel teve um ano muito interessante, tendo quatro poles seguidas, desenvolveu-se muito ao longo do ano. Ele ainda é, infelizmente, vice-campeão e acho que ter o lugar e momento certos na Fórmula 1 é difícil. Então não acho que ele vá subir [para a F-1] ano que vem. É muito provável que ele vai continuar na GP2 para tentar o título.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias