Decreto permite uso de terreno de Jacarepaguá para outros fins

Até última sexta-feira, local só poderia abrigar um circuito; Stock Car pode ser última corrida da história de pista

MotoGP no Rio em 2004

Por meio do decreto número 35.551, publicado na última sexta-feira no Diário Oficial, a prefeitura do Rio de Janeiro permite que o terreno do circuito de Jacarepaguá possa ser usado para a construção do Parque Olímpico.

Até o dia em questão, o terreno de um milhão e duzentos mil metros quadrados só poderia ser utilizado para abrigar um circuito, algo que acontecia de fato desde a inauguração da pista, em 1966.
 
No último fim de semana, rumores apontaram para o fechamento da pista carioca logo após a etapa da Stock Car no circuito, dia 15 de julho. Eduardo Paes, prefeito da cidade, já informou a CBA sobre o desejo de fechar o autódromo em agosto, para dar início à construção da obra para os Jogos Olímpicos de 2016.
 
A CBA, por sua vez, se vale de um termo que garante a substituição de Jacarepaguá por uma nova pista, em Deodoro, com características que a permitam receber eventos do porte de um GP de Fórmula 1. O circuito de Jacarepaguá recebeu a F-1 em 1978 e entre 1981 e 1989, abrigando também provas de Fórmula Indy (entre 1996 e 2000) e MotoGP (entre 1998 e 2004).
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias