Destaque na corrida, Ricciardo é só modéstia: "Foi a estratégia"

Australiano fez fila no final da prova para chegar em quinto após uma largada ruim; Vettel foi uma das vítimas

Um dos nomes do GP da Itália, Daniel Ricciardo creditou à estratégia o quinto lugar depois de uma largada ruim. O piloto retardou sua parada e terminou a prova com pneus em melhores condições, conseguindo abrir caminho no meio do pelotão com grandes manobras.

[publicidade] “A estratégia ajudou hoje, pois manteve os pneus novos o bastante para conseguirmos dar aquelas voltas rápidas no final. Vi os carros na minha frente pararem em meu ritmo ainda era bom, então pensamos que poderíamos tentar algo diferente e isso nos ajudou no final da corrida”, afirmou Ricciardo.

“Eu fiquei mais confortável com o pneu duro e consegui fazer boas manobras, o que me fez sorrir. A largada não foi a ideal – a reta é longa então aqui não é um lugar em que você queira ter problemas na largada – mas mantive a cabeça fria e me recuperei. Acho que o quinto lugar, mesmo se tivesse largado bem, era o máximo que poderíamos.”

Uma das melhores manobras de Ricciardo foi justamente em cima do seu companheiro, Sebastian Vettel, que terminou em sexto.

“Acho que foi o máximo que poderíamos ter feito. Com os pneus duros não conseguimos cuidar tanto dos pneus quanto gostaríamos. Temos tido algumas dificuldades neste ano, mas elas só podem nos tornar mais fáceis se aprendermos com eles.”
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias