Di Grassi explica detalhes do teste de pneus feito em Monza

Brasileiro, piloto de testes da Pirelli, fala ao TotalRace sobre o trabalho realizado no início deste mês no circuito italiano

Lucas di Grassi e Thiago Camilo em Interlagos (Duda Bairros)
Com o período de folga da Fórmula 1, a maioria dos pilotos se mandaram para seus países de origem. Foi o caso de Lucas di Grassi, que estava em Interlagos acompanhando a Corrida do Milhão e conversou com o TotalRace.
 
O piloto de testes da Pirelli comentou sobre a última bateria de treinos realizada no início de agosto no circuito de Monza, ressaltando que o trabalho já estava voltado para os pneus do próximo ano e dando mais detalhes das exigências de um teste como esse.
 
"Foi um trabalho muito legal. Fizemos muitos quilômetros visando os pneus de 2012. Como sempre, o trabalho do pneu foi do ponto de vista técnico. É um trabalho muito difícil, desgastante, longo, delicado, complicado. É um resultado excelente, foi a conclusão que eu precisava. Agora, vou me preparar para o próximo teste, em setembro", analisa.
 
Para o brasileiro, a pista italiana foi o local ideal para a prática: "Monza é uma das pistas mais peculiares do calendário, que tem a velocidade mais alta, em torno de 340, 350 km/h, o que gera uma energia grande dentro do pneu. É bom para testar a temperatura alta, para ver o desgaste do pneu. É uma ótima condição para os testes."
 
"O programa é feito visando a prioridade da Pirelli. Às vezes varia; a gente testa todos, mas depende da especificação dos compostos. É uma série de fatores", completa Di Grassi, que publicou um vídeo do teste na rede mundial. Confira as imagens clicando na janela abaixo:
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias