Di Grassi prevê de três a quatro paradas no GP da Grã-Bretanha

Piloto de testes oficial da Pirelli afirma que o desempenho dos compostos levados a Silverstone correspondeu expectativas

Lucas di Grassi

Piloto de testes oficial da Pirelli, Lucas di Grassi acredita que o GP da Grã-Bretanha deve contar com uma média de quatro paradas neste domingo em Silverstone.

Segundo o brasileiro, ex-Virgin, o composto macio deve ser o eleito para aguentar a maior parte da corrida, com os pilotos optando por colocar os pneus mais duros na fase final.
 
"O pneu está se comportando como o esperado. O macio está sendo em torno de 1s5 a 2 segundos mais rápido que o duro e esta diferença a gente esperava", afirma Di Grassi.
 
"De forma geral, o número de paradas será entre 3 e 4, com algumas equipes usando uma a menos em uma estratégia diferente, mas o macio deve predominar durante a corrida."
 
"O que eu vi é que o pneu duro será o escolhido para a parte final das corridas. O padrão será usar o macio no começo e, com o tanque mais vazio, o carro mais leve, os pilotos optarão por terminar a prova com os duros", completa.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Grã-Bretanha
Pista Silverstone
Tipo de artigo Últimas notícias