Diretor da Williams compara Bottas com Senna: futuro campeão

Pat Symonds, que trabalhou com brasileiro, além de Schumacher e Alonso, elogiou o finlandês e vê Massa "acordado"

O atual diretor técnico da Williams, Pat Symonds, é um dos poucos do paddock da Fórmula 1 a ter trabalhado com Ayrton Senna – no início da carreira do brasileiro, na Toleman – Michael Schumacher, na Benetton, e Fernando Alonso, na Renault. E, mesmo reconhecendo que os requerimentos para ser um campeão do mundo tenham mudado ao longo do tempo, é em Valtteri Bottas que o inglês vê a determinação dos outros grandes do esporte.

[publicidade] “Não é só desejo de vencer – todo mundo tem isso – mas alguns deles têm essa paixão borbulhante, a crença absoluta de que eles podem chegar lá. Acho que há pilotos muito rápidos no grid hoje, mas às vezes eles duvidam deles mesmos – e no minuto que um esportista duvidar de si, ele já está derrotado. E isso que eu vi em grandes pilotos também vejo com Valtteri”, defendeu Symonds em entrevista ao site oficial da Fórmula 1. “É como se ele considerasse que tem o direito de ser campeão.”

Falando sobre Felipe Massa, o inglês acredita que a transferência da Ferrari para a Williams, no início de 2014, fez com que o brasileiro acordasse. “Muitas pessoas sabem que ele foi capaz de vencer um campeonato, porque quase o fez em 2008. Depois do acidente da Hungria, as pessoas pensaram ‘ok, Felipe, que pena’. E descobrimos na Williams que o acordamos – e não está fora de questão que, se fizermos um carro bom o bastante, Felipe também pode vencer. A parte final da temporada de 2014 foi uma revelação. Foi o Felipe que não víamos há anos.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias