Do meio para o fim do pelotão, o jeito é focar na corrida

As Force India ficaram separadas por apenas três milésimos, enquanto Timo Glock disse que fez uma das melhores voltas da vida em Mônaco

Glock, com a Virgin, foi o 21º colocado

Na parte de trás do pelotão, as Force India ficaram divididas por apenas três milésimos, enquanto ambos os pilotos da Lotus tiveram um dia difícil com os pneus e Timo Glock afirmou que fez uma das melhores voltas da vida em Mônaco.

Kamui Kobayashi (Sauber), 13º



“Tive dificuldades com o carro, que se movimentava muito, mesmo depois de algumas mudanças de acerto que fizemos na terceira sessão de treinos livres. Ainda assim, da minha posição no grid os pontos ainda são possíveis e esse é meu objetivo para amanhã.”
 

Paul di Resta (Force India), 14º 


“Mais uma vez acho que o 14º lugar refletiu nosso ritmo no final de semana. Vou dar meu melhor e tentar ficar longe de confusões. É minha primeira vez de F-1 em Mônaco e tenho muito a aprender.”

Adrian Sutil (Force India), 15º

“É desapontante que não tenhamos conseguido chegar ao Q3, mas não tínhamos ritmo hoje. Tive um pouco de má sorte na minha última tentativa quando Petrov não estava olhando seus espelhos e tive que abortar uma volta. Fiz outra, mas os pneus já tinham acabado, então deveria estar mais acima no grid.”

Heikki Kovalainen (Lotus), 18º

“A classificação foi muito difícil, mas estou razoavelmente contente com minha posição. Minha primeira tentativa não foi de acordo com os planos – definitivamente não tirei o máximo dos pneus. A distância para os carros à frente é muito pequena então acho que iremos bem amanhã.”

Jarno Trulli (Lotus), 19º

“Faltou sorte para nós. O carro não respondeu como queria o dia todo e os pneus tinham um comportamento estranho – o primeiro jogo era mega e o segundo muito ruim, não tenho certeza do que deu errado.”

Timo Glock (Virgin), 21º

“Foi um sábado perfeito para mim. Foi uma das melhores voltas de classificação que já fiz em Mônaco. Toquei o muro em algumas oportunidades e no final fiz uma grande volta. Tinha dito para meus engenheiros: 'é tudo ou nada' e, no final, fui quatro décimos mais rápido. Estamos a apenas um décimo da Toro Rosso e perto da Lotus, então estou muito feliz com meu trabalho hoje”

Jerome D’Ambrosio (Virgin), 22º

“Não foi uma grande sessão para mim. Acho que demos um passo para trás em relação ao treino da manhã. Temos que entender isso e ver como vamos render na corrida.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP de Monaco
Pilotos Jarno Trulli , Heikki Kovalainen , Paul di Resta , Timo Glock , Adrian Sutil
Tipo de artigo Últimas notícias