Domenicali: “A meta é clara e não tenho que repeti-la”

Chefe de Massa e Alonso diz não saber onde a Ferrari está em relação aos rivais e pressiona estrategistas da equipe

A Ferrari começa a temporada de 2011 remoendo a perda do título de pilotos ano passado, após um erro estratégico que fez com que Fernando Alonso tivesse que se contentar com o vice. Desde então, o time promoveu uma reorganização interna e só fala em título para este ano.

O chefe da equipe, Stefano Domenicali, acredita que o fator decisivo para isso serão os pneus. ”Na parte técnica, a chegada da Pirelli é muito importante e será fundamental continuar a compreender como os pneus funcionam, para usá-los da melhor maneira possível”. O italiano acredita que a novidade faça com que a estratégia aos domingos seja mais determinante do que a posição na classificação.

“Pelo que vimos nos testes, os compostos são muito diferentes em relação aos que tínhamos. Portanto, temos que adotar uma abordagem nova, mesmo porque, claramente, o número de pitstops será maior. Isso é significativo em termos do trabalho da equipe nas corridas, porque ter mais pitstops quer dizer que o papel dos membros do time se tornará até mais importante para o resultado das corridas", diz  Domenicali. 

"Outro impacto é que a classificação deve ser menos importante que em 2010. É vital acertar na estratégia para ganhar a prova”, afirmou o chefe da Ferrari por meio da assessoria de imprensa da equipe.

Na corrida de Melbourne do ano passado, a Ferrari conseguiu um terceiro lugar com Felipe Massa e um quarto com Fernando Alonso. Domenicali vê seus pilotos passando por momentos distintos na carreira.

”Vejo ambos os pilotos muito motivados e por razões diferentes. Fernando teve uma pré-temporada fantástica em relação à preparação física e aos testes. Ele está ansioso para chegar a Melbourne, porque depois de uma incrível segunda metade do campeonato ano passado, pretende esquecer o que aconteceu na última corrida, em Abu Dhabi", afirma. "Felipe, por sua vez, está muito forte mentalmente e mal pode esperar a temporada, que será muito importante para ele”, completa Domenicali.

Em relação ao rendimento do 150º Itália, que se mostrou confiável na pré-temporada, o comandante prefere não arriscar. “O clima na equipe é bom e todos estão ansiosos para que chegue Melbourne, para ver onde estamos em relação aos rivais. Sou muito cuidadoso em avaliar nosso rendimento nos testes. Completamos o que estava programado e observamos a concorrência, mas como não sabemos exatamente o que eles estão fazendo, tenho de manter a cautela”.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Fernando Alonso , Felipe Massa
Tipo de artigo Últimas notícias