Domenicali assume responsabilidade por fracasso da Ferrari

Ex-chefe da escuderia renunciou em abril por conta dos resultados ruins da equipe na temporada

Domenicali se sente o responsável pela fraca temporada da Ferrari
Terceira colocação no Mundial de Construtores e sem projeção de incomodar as Mercedes e Red Bulls. A temporada 2014 da Ferrari na Fórmula 1, até o momento, é digna de esquecimento. Tanto que, logo em abril, Stefano Domenicalli renunciou ao cargo de chefia, em medida rara na escuderia, uma das mais tradicionais do planeta.
 
[publicidade] Ex-chefão do time vermelho, o italiano resolveu desabafar sobre a saída. Em entrevista concedida ao jornalista Leo Turrini, Domenicali transportou a responsabilidade pela fraca temporada ferrarista para si.
 
“Assumo a responsabilidade pelo fracasso, as coisas não ocorreram da forma que eu esperava ou esperávamos. Tenho as minhas ideias e quem sabe algum dia revele em um livro as coisas que aconteceram. Sinto só por isso, que as coisas não deveriam ter acontecido assim”, desabafou.
 
Domenicali, nas entrelinhas, se mostra magoado por todo o processo que culminou na sua saída da escuderia. O ex-chefe ferrarista pede reflexão dentro do time, para que o vermelho volte a figurar em destaque na F1.
 
“Da Ferrari, só peço uma coisa, pelo amor que tenho pela equipe e também fazendo uma autocrítica: não seria nada mal recuperar a serenidade lá dentro, porque nós vimos gente inteligente que teve oportunidade de demonstrar o seu próprio talento”, concluiu.

Acostumada à briga pelo título e ao topo do pódio, a Ferrari soma apenas 160 pontos na temporada, 251 a menos do que a Mercedes, líder até o momento no Mundial de Construtores. 
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias