Domenicali defende punição a Vettel e revela danos no carro

Italiano lembra que regras mudaram após GP do Bahrein e conta ainda como foi ficar sem telemetria durante a corrida

Stefano Domenicali apoiou a decisão dos comissários de punir Sebastian Vettel pela manobra em Fernando Alonso no GP da Itália – e revelou que o carro do espanhol ficou avariado após a escapada na Curva Grande. Para o italiano, o alemão desrespeitou uma recomendação da FIA que passou a valer após o GP do Bahrein.

“Comento pelo ponto de vista puramente técnico. Depois do que aconteceu no Bahrein, houve uma clarificação vinda dos comissários de que o piloto que está à frente tem de deixar espaço se houver uma parte do carro lado a lado. Então, tecnicamente, não há o que dizer. O que foi punido foi exatamente o que está escrito nas regras.”

Na prova barenita, Nico Rosberg forçou o próprio Alonso e Lewis Hamilton para fora do traçado e não foi punido. Após a reclamação dos pilotos, os comissários determinaram que esse tipo de comportamento seria coibido.

Domenicali ainda comparou a manobra com ultrapassagem semelhante de Vettel em Alonso, na mesma curva, em 2011.

“Ouvi as pessoas perguntando por que [Fernando] não foi punido ano passado. Foi uma situação diferente se você olhar em câmera lenta – ainda que não ache que seja correto olhar essas coisas assim, porque eles estão disputando a 300km/h – e, neste ano, a regra mudou.”

“O carro ficou bastante danificado na traseira e também tivemos algo da parte mecânica quebrado. Tentamos manejar a situação, pedindo a ele que não atacasse as zebras porque poderia aumentar o problema.”

Antes do susto com a escapada, a Ferrari passara por momentos de tensão em seu pit quando todo o sistema de telemetria caiu. E isso logo antes da janela de pistops.

“Tivemos uma perda de energia no sistema e no backup, algo que nunca havia acontecido. Ficamos sem informação alguma e telemetria. Só os rádios dos pilotos estavam funcionando. Isso aconteceu em um momento crucial da corrida, perto do pit stop”, revelou Domenicali.

“Conseguimos manter a calma e passamos a acompanhar a corrida como nos velhos tempos, com cronômetro e televisão. Outra solução foi ligar para Maranello, porque eles conseguiam ver os dados. Não foi fácil do ponto de vista emocional, mas não atrapalhou em nada.” 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Itália
Pilotos Fernando Alonso , Sebastian Vettel
Tipo de artigo Últimas notícias