Domenicali exalta trabalho da Ferrari e se preocupa com pneus

Dirigente lamenta o que houve com Massa, mas exalta prova de Alonso e diz buscar compromisso com aquecimento da borracha

Ferrari trabalha nos boxes de Nürburgring

Para Stefano Domenicali, o GP da Alemanha não trouxe vitória, mas deixou todos na Ferrari satisfeitos. O time conseguiu o maior número de pontos em Nürburgring e seus dois carros entre os primeiros.

Apesar de lamentar o que aconteceu com Felipe Massa, perdendo a posição na última volta por conta de um problema na porca que afixava o pneu, o dirigente italiano ficou feliz e tem apenas uma preocupação: aquecer direito os pneus, fato que tirou de Alonso a liderança depois de um dos pitstops.
 
"Podemos confirmar que o GP da Alemanha foi positivo para nós. Marcamos mais pontos que nossos oponentes e acredito que temos potencial de conseguir ainda mais", analisa.
 
"Estou especialmente triste por Felipe, que perdeu um bom quarto lugar bem no fim por causa de um problema com a porca em sua roda dianteira esquerda. Isso significa que não há dúvidas de que demos bons passos adiante na área de operações de pista."
 
"Quero parabenizar Fernando novamente, pois ele está conquistando uma serie de resultados excelentes, tanto que ele somou o maior número de pontos nas últimas três provas. Confirmamos ser competitivos em condições de tempo não favoráveis, e isso é importente", continua Domenicali, que espera mais corridas no frio.
 
"Se tivermos temperaturas que não forem de verão – mais parecidas com a primavera –, acho que poderíamos ter mais chances. O que podemos fazer é melhorar a maneira como o carro alcança a temperatura ideal dos pneus: é um aspecto que cresce na importância, como vimos ontem no segundo pitstop."
 
"Conseguimos colocar Fernando na pista à frente de Webber e Hamilton, mas ele não conseguiu nos defender dos ataques, simplesmente pelo fato de os pneus estarem frios demais. O mesmo aconteceu em Silverstone, pois a pista também estava molhada", analisa.
 
"Tradicionalmente, nossos carros são tranquilos com os pneus, o que oferece vantagem em longas distâncias, mas é difícil fazer eles trabalharem na temperatura ideal. Precisamos de um compromisso entre essas duas exigências, algo que não é fácil", completa Domenicali.

 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias