Domenicali revela: Ferrari trocou peças para evoluir pit stops

Dirigente exalta bom funcionamento de novas partes e evoluções levadas a Silverstone e se enche de esperança para próximas corridas

Domenicali recebe troféu de vencedor diante de Mark Webber e do Príncipe Harry

Em sua análise pós-corrida, Stefano Domenicali comentou o que levou a Ferrari a virar o jogo e vencer o GP da Grã-Bretanha, disputado no último domingo em Silverstone.

O chefe da equipe de Maranello se disse contente pelo fato de que a pista inglesa é um indicador de performance para o resto da temporada, assim como a pista de Barcelona, na Espanha.
 
"Foi um resultado positivo e encorajador para o futuro. Geralmente, quando o carro é rápido aqui, é rápido na maioria das pistas que vêm a seguir", analisa, em entrevista veiculada pela escuderia em vídeo (veja logo abaixo).
 
"Foi um resultado importante pelo trabalho feito em Maranello e, também, pela equipe de pista. Serve para nos encher de coragem, para a gente continuar trabalhando, sem olhar para os números e sempre mantendo um pensamento positivo", continua Domenicali, que celebrou o fato de as evoluções levadas para Silverstone terem funcionado.
 
 
"Vimos que no passado levamos modificações que esperávamos ir bem e no fim não faziam tanta diferença. Neste fim de semana, em todas as condições de tempo, o carro se comportou muito bem, o que é ótimo. Na verdade, vimos que as coisas não estavam bem e as pessoas mudaram de abordagem, seguindo no caminho certo."
 
O dirigente exaltou, principalmente, o ótimo trabalho da Ferrari nos boxes, revelando que o time fez uma troca em algumas peças usadas pelos mecânicos, o que facilitou o trabalho. Além disso, Domenicali afirmou que McLaren e Red Bull estão sentindo o que eles passaram corridas atrás com os problemas enfrentados na última prova.
 
"Os pit stops são os momentos chave da corrida e, apesar do que foi dito por aí, os membros da Ferrari foram ótimos. Precisamos continuar o trabalho duro para seguir bem. Mudamos algumas peças do equipamento, que tornaram o pit stop mais rápido do ponto de vista mecânico", destaca.
 
"O que aconteceu com McLaren e Red Bull em Silverstone foi o mesmo que com a gente no passado. Eles têm de aceitar que coisas acontecem e ficarem calmos, pois faz parte", responde o italiano, que comentou o pensamento da Ferrari para as próximas corridas do calendário.
 
"Nossa meta para a segunda metade do campeonato é fazer o melhor e levar desenvolvimentos corrida a corrida, atacando sempre, sem olhar a tomada de tempos, que não é o mais importante, e não desistir desta mentalidade, começando na Alemanha."
 
Por fim, Domenicali comentou como o presidente da Ferrari, Luca di Montezemolo, encarou a vitória de Fernando Alonso. "Seu apoio é fundamental. No dia seguinte, ele cumprimentou a todos, no estilo Ferrari."
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Grã-Bretanha
Pista Silverstone
Tipo de artigo Últimas notícias