Domínio da Mercedes já é o maior da história da Fórmula 1

Nunca uma equipe conseguiu vencer, liderar todas as voltas, fazer a pole e ter a melhor volta nas 4 primeiras

A temporada de 2014 marca a sexta vez na história em que uma equipe venceu quatro provas seguidas logo de cara. Porém, a Mercedes é a única a também ter todas as melhores voltas, poles e liderar todas as voltas das quatro primeiras corridas do ano.

Computando apenas as voltas lideradas, é o maior domínio desde a Williams de 1992, que liderou todas as cinco primeiras provas e as 70 iniciais do GP de Mônaco, até Nigel Mansell ter um furo em seu pneu.

[publicidade]Outra comparação que pode ser feita é com o domínio da McLaren em 1988, com Ayrton Senna e Alain Prost. Na oportunidade, o time inglês conseguiu a pole nas quatro provas e a volta mais rápida em três delas. Em 1991, no ano de seu tricampeonato, Senna também obteve a pole e venceu as quatro primeiras corridas.

Cinco anos depois, foi a vez de Damon Hill e Jacques Villeneuve, de Williams, vencerem as quatro primeiras provas do ano. Já na era do domínio de Michael Schumacher na Ferrari, apenas em 2004 o alemão conseguiu vencer as quatro etapas iniciais. No ano seguinte, a vantagem passou para a Renault de Fernando Alonso e Giacarlo Fisichella.

A grande fase da Mercedes permitiu com que Lewis Hamilton alcançasse ainda uma façanha pessoal: o inglês nunca havia vencido três provas em sequência. Esta é uma marca obtida apenas por campeões do mundo, com a exceção de Stiling Moss, grande rival de Juan Manoel Fangio na década de 1950.

Com a vitória da China, Hamilton superou justamente Fangio e, com 25 conquistas na carreira, igualou-se a Jim Clark e a seu chefe, Niki Lauda.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias