Duelo de Senna e Prost era mais animado que hoje, diz Hamilton

"Eles batiam um com o outro; no caso meu e do Nico, é tudo uma maravilha", brinca o piloto inglês

A comparação é quase imediata: um carro dominante, um duelo equilibrado entre dois companheiros de equipe, sendo um mais cerebral e outro mais agressivo. Mas Lewis Hamilton não acha que seu duelo contra Nico Rosberg nesta temporada tenha paralelos com o travado por Ayrton Senna e Alain Prost na McLaren em 1988. Bem-humorado, o líder do campeonato acha que a batalha histórica foi mais “animada” que a atual.
 
“A briga entre eles era muito mais animada do que está acontecendo conosco no momento, até porque eles batiam e coisas do tipo. No nosso caso, é tudo maravilhoso”, riu o inglês, que lembrou dos acidentes que marcaram a rivalidade e decidiram os campeonatos de 89 e 90.
 
“Não que eu vá tirar Nico da corrida, mas foi muito legal quando eles atingiram aquele clímax ao se encontrarem em Suzuka. Acho que as coisas vão ficando mais animadas à medida que o ano vai passando e tomara que possamos olhar para trás daqui alguns anos e dizer que tivemos algo parecido.”
 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias