Dupla da Lotus fica "travada" nas retas, mas pontua

Raikkonen, sétimo, e Grosjean, nono, reclamaram da falta de velocidade final devido a erros de ajuste nos carros

A Lotus colocou seus dois pilotos na zona de pontuação, mas Kimi Raikkonen pouco pôde fazer após um erro de ajuste no carro que havia sido percebido ainda na classificação e o deixeou atrás de Felipe Massa, na sétima colocação. O finlandês passou praticamente todo o GP da Índia a menos de um segundo do brasileiro, mas não teve velocidade para tentar a ultrapassagem. Assim, se distancia ainda mais da luta pelo título, agora a 67 pontos do líder Sebastian Vettel – com 75 ainda em jogo.

“Tive um carro muito bom hoje, mas não consegui fazer nada, pois tinha problemas na reta. Foi muito desapontador, mas é assim que funciona. Nos colocamos nessa posição ontem com o acerto que escolhemos na classificação e pagamos o preço hoje. Éramos rápidos, mas não no lugar certo. Espero que possamos ser mais espertos na próxima prova.”

Largando em 11º, Romain Grosjean comemorou a performance que o levou à nona colocação, mas também reclamou da lentidão na reta. “Fizemos tudo o que podíamos. Todos estavam trabalhando 100%, mas hoje faltou velocidade de reta, o que tornou impossível ultrapassar. Foi como uma sessão de 90 minutos de classificação e dei tudo para ter a melhor performance possível, então estou muito feliz. 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Evento GP da Índia
Pilotos Kimi Raikkonen , Romain Grosjean
Tipo de artigo Últimas notícias