É como atender o fone, fritar ovos e amarrar o sapato ao mesmo tempo

Vitaly Petrov, da Lotus Renault, se diz mais preparado em seu segundo ano na categoria, mas acha difícil dar conta dos novos afazeres dentro do cockpit

Vitaly Petrov começa seu segundo ano na Fórmula 1

Vitaly Petrov começa sua segunda temporada na Fórmula 1 cheio de novidades a sua volta. Tem, ao menos até Robert Kubica voltar, um novo companheiro em Nick Heidfeld, novos pneus, Kers e asa traseira móvel.

 “Multitasking (fazer várias coisas ao mesmo tempo) vai ser a palavra do ano. Lidar com os botões no volante a 300 km/h será como atender a três mensagens no Blackberry, fritar ovos e amarrar o sapato... Tudo ao mesmo tempo. Vamos ver como funciona”, comparou, por meio da assessoria de imprensa da Lotus Renault.

O piloto se sente mais bem preparado que há pouco mais de 12 meses, quando estreou com um abandono no GP do Bahrein. “Acho que sou uma pessoa muito diferente. Tenho muito mais experiência, conheço o time muito bem e entendo melhor a F-1. Só conhecer todos os circuitos já torna as coisas muito mais simples.”

Petrov tem certeza de que o R31 é uma evolução em relação ao modelo anterior e destaca as novidades que o carro traz. “Ele é forte, agressivo e inovador, e ainda vamos trazer várias evoluções durante o ano. Não quero prever onde terminaremos (a corrida), porque ninguém sabe ao certo, mas estamos mais perto dos líderes que no ano passado. Provavelmente teremos uma ideia melhor na segunda ou terceira prova.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Vitaly Petrov
Tipo de artigo Últimas notícias