"É para disputar assim que eu estou aqui", diz Rosberg, 2º

Alemão admite que achou que tivesse feito o suficiente para passar Hamilton "umas nove vezes" no GP do Bahrein

Eles brigaram de forma ferrenha na pista, e depois se cumprimentaram efusivamente ao descer do carro. A dura e justa disputa entre os pilotos da Mercedes, sem interferência da equipe, foi o destaque do GP do Bahrein para Nico Rosberg. Mesmo chegando em segundo, o líder do campeonato celebrou o duelo.

“Eu achei que tinha o passado umas nove vezes, mas ele sempre conseguia se recuperar. Lewis é obviamente um grande piloto, então eu é que tenho de fazer melhor da próxima vez”, reconheceu. “A equipe foi o mais justa possível, nos deixando correr. Acho que não é necessário ter mais evidências de que não teremos ordens de equipe. Esse é o pequeno lado positivo, porque não gosto de chegar em segundo.”

O piloto explicou que a decisão de fazer uma estratégia diferente do companheiro, colocando pneus médios, mais lentos, no meio da prova e retornando ao composto mais rápido no final, havia sido decidida antes da prova.

“Não tive a melhor das largadas. Foi boa, mas a do Lewis foi um pouco melhor. E depois eu estava mais rápido, o que me deixou feliz, então fui para cima. Tentei ultrapassá-lo no final do primeiro stint, mas não consegui. E depois tentamos inverter as estratégias para me dar outra oportunidade de passa-lo no final. Esse era o plano desde antes da prova”, explicou.

“Foi uma grande batalha, mas infelizmente não consegui fazer as coisas acontecerem hoje. Lewis fez um grande trabalho de defesa, foi uma grande luta e é para isso que estou aqui. Para disputar desse jeito. Acho que foi um bom dia para o esporte, o que é importante, porque recebemos muitas críticas recentemente. Acho que todos ficaram mais quietos depois de hoje.” 

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias