Ecclestone: “Manor não tinha intenção nenhuma de competir em Melbourne

Mandatário da Fórmula 1 perde a cabeça com a ausência da Manor no grid e diz que não vai pagar o frete da equipe

Após do GP da Austrália ter entrado para história da categoria pelo o número de carros que alinharam para a prova, apenas 15, Bernie Ecclestone, chefe da FOM (Fórmula One Management) fez duras críticas a equipe Manor, que foi para a Austrália, mas não conseguiu sequer colocar seus carros na pista.

[publicidade]Herdado os equipamentos da Marussia, a Manor conseguiu autorização de última hora da FIA e da FOM para competir nesta etapa, o que na opinião de Ecclestone, foi um erro: “Nós nunca deveriamos ter permitido a Manor fazer o que eles fizeram. A culpa é nossa. Eu previ que isso iria acontecer", disse o chefe da Fórmula 1, em uma entrevista para a agência de notícias Reuters.

Sem conseguir testar, a equipe Manor não conseguiu aprontar os carros a tempo para a classificação, o que impediu a equipe a correr no domingo, Bernie foi enfático: “Eles não tinham a intenção de competir, zero”, exalta.

A FOM sempre paga os fretes para as equipes, quando a viagem para uma etapa é longa, porém a organização já garantiu que não irá arcar com as despesas da Manor na Austrália, segundo Ecclestone: “Eles não competiram, eles que tem que pagar a conta”, finaliza.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias