Ecclestone quer plano de ajuda a estrelas em ascensão da GP2

Mandatário diz que poderia criar uma equipe na GP2 com o objetivo de dar uma chance melhor a pilotos talentosos que não têm financiamento para chegar à Fórmula 1

O orçamento sempre crescente das categorias de acesso à Fórmula 1 virou um problema para jovens talentos, que são obrigados a seguir suas carreiras em outras categorias, como as corridas de endurance.

A incapacidade de enfrentar custos ao mais alto nível também provocou muitas das equipes menores da F1 a priorizarem 'pilotos pagantes', ao invés de priorizarem o talento, e essa é uma questão a qual Ecclestone aparenta estar consciente.

"Estou certo de que há muitos pilotos talentosos que nunca vão ter uma oportunidade de correr na Fórmula 1", disse Ecclestone ao Motorsport.com.

"Se uma equipe tem uma vaga, primeiro ela vai atrás de alguém que venha com orçamento já pronto."

Perguntado sobre o que poderia ser feito, o dirigente respondeu:"Penso que podemos fazer algo para a GP2. Podemos criar uma equipe e, se observarmos pilotos com capacidade de competir na F1, o colocaremos num carro da categoria."

Terceiro carro ainda nos planos

Embora a ideia de as grandes equipes terem um terceiro carro no grid não ganhe a aprovação do paddock, Ecclestone considera essa uma solução em potencial:

"Tentamos convencer algumas das equipes maiores a incluírem um terceiro carro. A ideia é de que esse assento seja mudado de três a quatro vezes por ano. Assim, esses times podem observar melhor os talentos que possam surgir e que já fazem algo relevante em categorias menores", concluiu o mandatário.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1 , GP2
Tipo de artigo Últimas notícias