Em dia ruim para a Mercedes, Rosberg sai no lucro do Canadá

Mesmo perdendo vitória nos instantes finais, alemão abre 22 pontos em relação a Hamilton na ponta

O GP do Canadá foi a corrida em que mais coisas deram errado para Nico Rosberg em toda temporada, mas o alemão pode se sentir aliviado: com o segundo lugar e o abandono de Lewis Hamilton, abriu mais 18 pontos na liderança do campeonato e agora está 22 na frente do inglês.

[publicidade]Saindo da pole, Rosberg não largou bem mas, ainda assim, conseguiu se manter à frente de Hamilton. “Não tive uma boa largada, mas consegui ficar na frente na curva um e estávamos tendo uma grande briga dali em diante”, disse.

Mas o companheiro de Mercedes não lhe deixou abrir mais do que 2s na ponta e estava pressionando-o quando ambos passaram a ter problemas no motor. Segundo a equipe, a geração de energia elétrica parou de funcionar e os carros passaram a ser impulsionados apenas com o turbo.

Após uma parada lenta no box, Rosberg chegou a ser superado por Hamilton, mas o inglês logo teve outro problema, nos freios, e abandonou. Dali em diante, sua preocupação passou a ser o grupo que vinha atrás, liderado por Sergio Perez. O mexicano segurou por várias voltas as duas Red Bull, mas no final Daniel Ricciardo conseguiu superá-lo e foi à caça de Rosberg, que sofreu a ultrapassagem na penúltima volta.

“Não sabia o que estava acontecendo porque perdi muita potência de uma hora para a outra e, a partir disso, tentei fazer voltas de classificação pelo resto da prova, mas acabou não sendo suficiente para segurar Ricciardo.”

Para Hamilton, restou lamentar o segundo abandono do ano. “Sabíamos que tínhamos problemas no meio do segundo stint, mas achávamos que poderíamos lidar com isso. Na parada, tive uma grande sensação quando me vi na frente dele, mas não durou nem uma volta, porque tive problema no freio”, narrou o inglês.

“Eu estava seguindo Nico por toda a corrida, então acredito que o ar sujo tenha atrapalhado. Acho que, quando o passei, tudo já estava cozido. Agora é seguir adiante e esperar que não tenhamos outros abandonos até o final do ano.”

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Tipo de artigo Últimas notícias