Em grande fase, Ricciardo mostra alívio por provar que não é "leão de treino"

Piloto se notabilizou por boas classificações na Toro Rosso, mas agora demonstra bom ritmo também nas provas

Durante os dois anos em que pilotou para a Toro Rosso, Daniel Ricciardo se notabilizou por fazer constantemente bons treinos, mas nem sempre repetir este desempenho nas corridas. Em dez idas ao Q3 durante o tempo na equipe satélite da Red Bull, por exemplo, o australiano só havia conseguido terminar a corrida melhor posicionado em relação ao seu grid uma vez.

A pior queda aconteceu no Bahrein, em 2012, quando Ricciardo conseguiu sem melhor grid até então, o 6º lugar, mas acabou a corrida em 15º. Este ano, estreando na Red Bull, o piloto está mostrando que consistência não é o seu problema. Se não fosse a desclassificação na Austrália por um problema no fluxo de combustível, ele já teria mais pontos que o tetracampeão Sebastian Vettel.

[publicidade] “É bom poder mostrar a todos que eu não sou um piloto de uma volta só”, disse Ricciardo ao Yahoo, referindo-se à diferença de desempenho entre treino e corrida. “"É importante olhar desse modo, especialmente quando sei que anos atrás eu tive uma grande classificação no Bahrein e, em seguida, um resultado muito pobre. Provavelmente perdi um pouco de reputação naquele momento e isto era algo que eu queria apagar”, continuou.

Em sexto lugar no campeonato, nove pontos atrás de seu companheiro Sebastian Vettel, Ricciardo se disse bastante empolgado com a nova equipe. “Ser capaz de andar na frente é algo que eu realmente estou gostando. Estou amando as batalhas e as ultrapassagens que estou fazendo. Estou aqui para ficar e correr de maneira competitiva, sem ser intimidado por ninguém”, garantiu o piloto.

Be part of something big

Escreva um comentário
Mostrar comentários
Sobre este artigo
Categorias Fórmula 1
Pilotos Daniel Ricciardo
Tipo de artigo Últimas notícias